Ágatha/Duda, Ana Patrícia/Rebecca e Evandro/Guto estão nas quartas do Katara Cup de vôlei de praia - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Ágatha/Duda, Ana Patrícia/Rebecca e Evandro/Guto estão nas quartas do Katara Cup de vôlei de praia

Compartilhe
Ana Patrícia e Rebecca comemorando classificação para as quartas de final do Katara CUp, em Doha

A primeira etapa do Circuito Mundial de Vôlei de Praia pós início da pandemia está chegando na fase final. Nela, três duplas brasileiras conseguiram classificação para as quartas de final do Katara Cup nesta quarta-feira (10), em Doha (QAT). As duplas olímpicas no feminino, Ágatha/Duda e Ana Patrícia/Rebecca, além de Evandro/Guto, no masculino, venceram seus jogos e avançaram.


O dia começou com Ágatha e Duda fazendo seu último jogo da fase de grupos, já que haviam perdido a primeira partida no dia de ontem. Elas bateram as italianas Menegatti/Orsi Toth por 2 a 0 (21/19 e 21/17) e chegaram até o round 1 (uma espécie de repescagem). Lá, a partida foi mais equilibrada contra as neerlandesas Keizer/Meppelink, com vitória por 2 a 1 (33/35, 21/17 e 21/19).


Chegando nas oitavas, foi a vez da dupla olímpica do Brasil, número 3 do mundo, derrotarem mais tranquilamente as suíças Huberli/Betschart por 2 a 0 (21/19 e 21/18), fechando o terceiro jogo do dia.


O cenário foi um pouco diferente para Ana Patrícia e Rebecca, que haviam feito dois jogos na terça-feira. Hoje elas iniciaram direto no round 1, em partida eliminatória contra Bobner e Zoé Vergé-Depré, da Suíça. Vitória tranquila com 21/8 e 21/11, fechando em 2 a 0. Mais tarde, a partida foi divergente nas oitavas de final contra a campeã olímpica Ludwig e a sua parceira Kozuch, da Alemanha. Melhor para as brasileiras, que venceram por 2 sets a 0, com parciais de 21/18 e 21/14.


Evandro em disputa com Ahman em duelo pelo Circuito Mundial de Vôlei de Praia
Evandro teve dificuldade de achar os bloqueios em jogo rápido sueco - Foto: Divulgação/FIVB

Evandro e Guto foram os únicos que fizeram apenas uma partida no dia e venceram. Eles haviam se classificado direto para as oitavas e derrotaram os suecos Ahman e Hellvig, de apenas 19 anos. A dupla nórdica é a atual campeã olímpica da juventude e disputa o primeiro grande torneio do Circuito Mundial. Foram derrotados para os brasileiros, mas com apertados 2 sets 1 (18/21, 21/13 e 16/14).


Nem tudo são triunfos

O Brasil também teve três duplas eliminadas nesta quarta. Mais cedo, a sergipana Taina e a sul-matogrossense Victoria saíram da competição após serem batidas por Behrens/Ittlinger, da Alemanha, em 2 a 1 (21/13, 16/21 e 15/9). A partida ainda era válida pela fase de grupos.


Ainda no torneio feminino, Barbara e Carol Solberg estavam diretamente classificadas para as oitavas e entraram perdendo o primeiro set para Claes/Sponcil (USA) por 21 a 17. As brasileiras se redimiram no segundo e empataram o jogo com uma parcial de 21 a 15. Porém acabaram perdendo o jogo em tie-break de 15 a 12.


O capixaba Alison e o paraibano Álvaro, classificados para Tóquio 2020, também se despediram da competição. Eles perderam por 2 sets a 1 (21/16, 17/21 e 5/15), de virada, para a dupla número 2 da Polônia, formada por Kantor/Losiak. A eliminação veio ainda na primeira eliminatória.



Ágatha e Duda em partida contra Huberli e Betschart, da Suíça, no Circuito Mundial de Vôlei de Praia
Foto: Divulgação/FIVB


Rivalidade no feminino

Com o fim das partidas do dia, ficou definido os chaveamentos das quartas de final do torneio, programados para esta quinta-feira (11). Os duelos no feminino serão entre as maiores potências da modalidade: Brasil x EUA.


Ana Patrícia e Rebecca enfrentam a dupla número 2 do mundo, formada por Alix Klineman e April Ross, às 4h (horário de Brasília), enquanto Ágatha e Duda duelam contra Claes/Sponcial, dupla número 3 dos EUA, que derrotaram Barbara e Carol Soberg. Esta partida está programada para às 5h.


No masculino, Evandro e Guto irão buscar a vaga nas semifinais em partida contra os letões Samoilovs/Smedins, ás 6h, horário de Brasília.


Foto em destaque: Divulgação/FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário