Situação dos espectadores na Olimpíada de Tóquio deve ser definida dentro de um mês, diz chefe da organização - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Situação dos espectadores na Olimpíada de Tóquio deve ser definida dentro de um mês, diz chefe da organização

Compartilhe

A nova chefe do Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio, Seiko Hashimoto, informou nesta quinta-feira (25) que a situação de liberação ou não dos espectadores na Olimpíada deve ser definida por volta de 25 de março. A data marca o início do revezamento da tocha olímpica, que, inclusive, permitirá a participação do público, conforme anunciado nesta quinta.

Segundo Hashimoto, a organização conseguirá ter uma visão mais clara sobre a situação dos espectadores com a experiência do revezamento da tocha. Os eventos de passagem da chama olímpica permitirão que fãs acompanhem à beira da estrada, mas em caso de aglomerações, serão suspensos. O público presente também será instruído a somente aplaudir, não gritando e nem se abraçando.

"Seria melhor apresentar um plano geral para os espectadores o mais rápido possível. Pelo menos, quero definir uma direção primeiro", disse Hashimoto, referindo-se à Olimpíada, de acordo com a Kyodo News.

As falas da japonesa, dona de um currículo com participação em sete Olimpíadas, vieram um dia após o comentário do presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, em que afirmou que a decisão de permitir ou não a presença do público nos Jogos deveria ser tomada em abril ou no início de maio.

O desejo do alemão era de que uma definição final fosse tomada ainda mais tarde, mas explicou que a burocracia envolvendo ingressos, logística e viagens não permitira isto. "Gostaríamos de esperar até o último momento, mas isso não é possível", disse ele.

Substituta de Hashimoto no cargo de ministra olímpica do Japão, Tamayo Marukawa também falou sobre o assunto nesta quinta. Ela questionou se a opinião de Bach e do COI deve ser considerada como um "prazo" ou apenas uma estimativa para a decisão final. Segundo ela, estas e outras dúvidas estarão em pauta na reunião da próxima semana envolvendo COI e governo de Tóquio.

Adiados em um ano, os Jogos Olímpicos de Tóquio estão programados para ocorrer entre 23 de julho e 08 de agosto.


Foto de capa: Kim Kyung-Hoon/REUTERS


Nenhum comentário:

Postar um comentário