Com público liberado, organizadores anunciam medidas preventivas para o revezamento da tocha olímpica - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Com público liberado, organizadores anunciam medidas preventivas para o revezamento da tocha olímpica

Compartilhe

O Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio divulgou nesta quinta-feira (25) uma série de medidas preventivas contra o coronavírus a serem tomadas durante o revezamento da tocha olímpica, previsto para ter início daqui a exato um mês, em Fukushima. Espectadores serão permitidos a acompanhar a passagem da chama, mas os eventos poderão ser suspensos em caso de aglomeração.

Entre as principais normas, está a orientação aos torcedores para apenas aplaudir a cerimônia, sendo instruídos a não gritar ou se abraçarem. Mesmo liberando o público, a organização também vai encorajar os fãs a assistirem a passagem da tocha olímpica de suas casas, através das transmissões de streaming, que serão liberadas durante os 121 dias de revezamento.

Todos os envolvidos precisão usar máscaras durante os eventos, mas os condutores da tocha poderão correr sem elas caso o distanciamento social seja promovido de maneira correta. Os 10 mil participantes, aliás, precisarão ter cuidado redobrado, sendo instruídos a fiscalizarem suas condições de saúde diariamente por pelo menos 14 dias antes de sua participação no revezamento.

Durante o dia, condutores anônimos e, principalmente, celebridades, não deverão divulgar o horário que participarão da cerimônia, para evitar aglomerações. A mídia só poderá dar detalhes da agenda do dia a 30 minutos antes do evento. Os portadores terão sua temperatura corporal medida e não poderão participar caso ela esteja acima dos 37,5ºC.

A lista de medidas preventivas foi proposta com o aval das 47 prefeituras que participarão do revezamento, incluindo a de Shimane, que ameaçou cancelar sua perna por conta da insatisfação com o governo central japonês pela forma como agiu durante a pandemia. Cada prefeitura também estará flexível para alterar o formato de seu trecho ou realizar sua participação de forma alternativa.

O revezamento da tocha olímpica será iniciado em 25 de março, no centro de treinamento de futebol J-Village, em Fukushima, e percorrerá todo o território japonês nos quatro meses seguintes. Seu término acontecerá em 23 de julho, com a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Estádio Nacional. A Olimpíada, por sua vez, será celebrada até 08 de agosto.

Foto de capa: Vallerie Gache/AFP

Nenhum comentário:

Postar um comentário