Sem torcida, sem Kyrgios: Thiem vira contra australiano em despedida do público no Australian Open - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Sem torcida, sem Kyrgios: Thiem vira contra australiano em despedida do público no Australian Open

Compartilhe

O tenista austríaco Dominic Thiem conseguiu mais uma virada memorável em Grand Slams, desta vez no Australian Open. Ele bateu o tenista da casa, Nick Kyrgios após estar perdendo por 2 sets a 0


De forma épica, Thiem venceu por 3 a 2, com parciais de 4-6, 4-6, 6-3, 6-4 e 6-4, em 3h21 de partida, um deleite para o público australiano que não poderá voltar ao Melbourne Park pelo menos nos próximos cinco dias, devido ao novo lockdown implantado pelo governo do estado de Victoria. 


Talvez, nem mesmo os melhores roteiristas poderiam descrever com palavras este jogo e a forma como Kyrgios foi eliminado, já que sua maior fonte energia – o público – não poderia mais acompanha-lo no próximo jogo, caso avançasse à próxima fase. Melhor para Thiem, que coleciona viradas em cinco sets – aliás, foi assim que ele venceu seu primeiro Grand Slam, o US Open de 2020


Nas oitavas de final, Thiem encara o búlgaro Grigor Dimitrov, que venceu Pablo Carreno Busta por 6-1 no primeiro set e viu a desistência do espanhol após o primeiro game da segunda parcial.


Surte + : Osaka vence e marca inédito duelo contra Muguruza nas oitavas do Australian Open


O jogo


Nick Kyrgios disparou 25 aces, fez só duas duplas faltas e teve 52 winners. Em qualquer jogo, quem vê essas estatísticas, pensa “bom, venceu o jogo né?”. Mas isso não vale se o jogo for contra Dominic Thiem. 


O tenista da casa dominou o austríaco nos dois primeiros sets. Fez pontos incríveis, ‘colocou fogo’ nas arquibancadas, convocando a torcida para comemorar todos os seus pontos e até mesmo fechou um set sacando por baixo. Não foi o suficiente para vencer. 


Após aplicar um duplo 6-4, Kyrgios desperdiçou uma chance de quebra logo no início do terceiro set e foi a partir disso em que o jogo mudou de vertente. Thiem, que estava apático anteriormente, talvez por pressão da torcida, levantou a cabeça e passou a construir a remontada. 


Enquanto Thiem jogava, Kyrgios ‘pirava’ em quadra, conversando sozinho, brigando com o árbitro, disparando palavras e gestos obscenos. O austríaco perdeu apenas três pontos enquanto sacava na terceira parcial, e teve apenas um erro não-forçado, o que levou ele a vitória por 6-3, diminuindo a vantagem do adversário. 


O quarto set foi muito semelhante ao terceiro e nos momentos chaves, Thiem estava mais forte e mais concentrado que Kyrgios, que já não era mais uma fonte de positividade em quadra, como outrora. Em vários momentos em que cometia erros, o australiano chegou a bater a raquete contra sua própria cabeça. 


Thiem novamente tirou proveito, lidando bem com a desvantagem no placar. Ele venceu 88% dos pontos jogados com o primeiro serviço e aproveitou a chance de quebra que teve, para fechar a parcial por 6-4, levando o jogo ao quinto set. 


No último set o jogo parecia parelho e os tenistas não davam oportunidades de quebra. Até que no sétimo game Thiem confirmou o break point, ficando à frente no placar. Kyrgios até tentou buscar a devolução da quebra, mas já era tarde. Virada de Dominic Thiem, com vitória no último set por 6-4.


Foto: Reprodução/Twitter Australian Open


Nenhum comentário:

Postar um comentário