De olho em Tóquio e de "mente mais limpa", Ygor Coelho se prepara para Aberto da Suíça de badminton - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

De olho em Tóquio e de "mente mais limpa", Ygor Coelho se prepara para Aberto da Suíça de badminton

Compartilhe
Ygor Coelho comemorando sua vitória em partida da disputa do ouro nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019

O brasileiro Ygor Coelho não poderia estar melhor em perspectiva para o Aberto da Suíça de badminton, previsto para ocorrer entre 2 e 7 de março, na Basileia (SUI). Afinal, o atleta estará competindo após um ano sem jogar uma partida oficial

"A expectativa pra Suíça está muito boa porque faz um ano que não estou em ação nas competições. Alguns atletas competiram e esse torneio vai ter os melhores do mundo, vai estar muito forte", analisou Ygor. 

"Minha meta é chegar nas quartas de final, ganhar duas rodadas. Também vai ser meu primeiro torneio depois da cirurgia, então é testar meu quadril e ver se ele aguenta um ritmo desse nível para garantir a vaga e já pensar em Tóquio pra chegar lá forte. Eu já estou pensando em Tóquio, quero ver como estou", disse o campeão dos Jogos Pan-Americanos, em Lima 2019.



Desde 2018 Ygor mora em Arhus, na Dinamarca, onde defende o Højbjerg. Nos seis meses que passou no Brasil, o jovem de 24 anos aproveitou para se casar com a estudante de educação física Karine Souza e realizar duas cirurgias no quadril por um incômodo que sentia na cartilagem. A energia da família, segundo ele, fez a diferença nesses últimos meses.

"Eu moro a maior parte do tempo na Dinamarca, então eu tive tempo para aproveitar mais a minha família. Tive tempo pra casar, fazer uma cirurgia e reformular os planos. A energia assim [diferencial na preparação]. Eu estou de mente mais limpa. Quando é um ano olímpico a gente pensa mais em competir, competir e competir. Agora deu tempo de me preparar mais para as competições", confessou.

Número 52 do mundo, o carioca da comunidade da Chacrinha tem apenas uma preocupação, a falta de oportunidades nos torneios programados. Com a abertura do ranking mundial, Ygor ficou de fora dos últimos torneios de preparação para Tóquio e viu uma queda de quatro posições no ranking mundial.

"Na Suíça eu entrei porque o sorteio foi válido a partir do ranking, congelado desde maio do ano passado. O ranking abriu de novo e teve algumas competições que aconteceram. Eu não joguei nenhuma delas. Teoricamente era pra eu jogar os dois próximos torneios e um deles vou ficar de fora porque eu entrei em reserva na Alemanha. Agora tenho menos oportunidades e tenho que focar realmente para jogar o máximo de competições e performar bem nelas".

O ouro em Lima é o maior resultado da carreira do Ygor - Foto: Abelardo Mendes Jr/rededoesporte

O Aberto da Alemanha está previsto para acontecer de 9 a 14 de março na cidade de Mulheim. O brasileiro só entrará na fase principal caso algum atleta desista da competição

Ygor Coelho faz história no badminton brasileiro, sendo o único brasileiro a participar de uma Olimpíada na modalidade, único a vencer os Jogos Pan-Americanos, além de ter tido o melhor resultado em um Campeonato Mundial (oitavas de final em 2018) e ter alcançado o melhor ranking mundial (30º). Hoje, o carioca estaria classificado para o Jogos Olímpicos Tóquio 2020, estando em 22º no ranking olímpico.

O Open da Suíça é um torneio Super 300 do Circuito Mundial e vale pontos para o ranking olímpico, previsto para fechar em maio. A chave da competição será sorteada na próxima terça-feira (09) e deve contar com as principais estrelas do esporte, como dinamarquês Viktor Axelsen, número 2 do mundo, e os chineses Chen Long e Shi Yu Qi, respectivamente 6º e 10º do ranking mundial.

Foto em destaque: Alexandre Loureiro/COB

Nenhum comentário:

Postar um comentário