Brasil faz primeiro tempo arrasador e bate o Canadá no encerramento da She Believes Cup - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil faz primeiro tempo arrasador e bate o Canadá no encerramento da She Believes Cup

Compartilhe
Brasil comemora o primeiro gol contra o Canadá na She Believes Cup

O Brasil se despede da She Believes Cup com grande vitória por 2 a 0 pra cima do Canadá, em jogo realizado em Orlando, na Flórida (EUA). A partida desta quarta-feira (24) teve o primeiro tempo de destaque, quando o Brasil pressionou as adversárias e marcou os gols com Debinha e Júlia Bianchi


A vitória no último jogo deve fazer as meninas brasileiras saírem com o segundo lugar na competição, já que as norte-americanas enfrentam as argentinas na sequência e devem se consagrar campeãs do torneio.


O Brasil iniciou a partida com a goleira Bárbara; as defensoras Tainara, Bruna Benites, Rafaelle e Tamires; as meias Ivana Fuso, Júlia Bianchi, Andressinha e Adriana e as atacantes Marta (C) e Debinha.


Surte + Conheça as adversárias dos times brasileiros na Libertadores feminina


O jogo


O Brasil teve um grande primeiro tempo, com domínio do meio de campo e criando diversas chances de gol.


Aos 14 minutos saiu a primeira chance da seleção brasileira. Adriana e Debinha apertaram a saída de jogo das zagueiras canadenses, roubaram a bola e partiram pra linha de fundo. Adriana chutou na saída da goleira, a bola carinhosamente bateu na trave e sobrou pra Debinha emendar pro gol e abrir 1 a 0 para a seleção brasileira.


Um bate rebate na área canadense terminou com a zagueira Gabrielle Carle bobeando no corte e a bola sobrando para Júlia Bianchi marcar um bonito gol pra cima das canadenses, já aos 38 minutos. O gol consagrou o bom primeiro tempo do Brasil e principalmente do meio campo, onde Júlia e Andressinha comandaram.


 

Aos 41 minutos o Canadá teve sua grande chance, após saída errada da goleira Bárbara. No entanto, o chute canadense com o gol vazio foi pra fora.


O Brasil continuou aproveitando a sua força pelo lado esquerdo e quase foi para o intervalo com 3 a 0 no placar. Tamires aplicou uma linda caneta na adversária, girou e passou para a Adriana. A meia não titubeou e bateu pro gol. A goleira Stephanie Labbé fez linda defesa nas pontas dos dedos, jogando a bola para o travessão já no final do primeiro tempo.


Iniciando o segundo tempo a sueca Pia Sundhage trouxe mudanças na seleção, em busca de testes da equipe para Tóquio 2020. Marta, Debinha e Tamires deixaram o time e deram lugar à Cristiane, Andressa Alves e Camilinha.


 

Mesmo com as substituições iniciais, o Brasil seguiu forte pelo meio de campo e pressionando a seleção canadense. No entanto, o Canadá saiu mais pro jogo, melhorou com a entrada da ponta Leon e quase conseguiu o primeiro gol aos 25 minutos com cruzamento de Beckie para a pequena área. Aos 27, em outra investida do time adversário, mais um susto para a goleira Bárbara, que espalmou um chute para dentro da área. 


Bia Zaneratto e Giovana entraram no lugar de Andressinha e Ivana Fuso. As substituições não ajudaram o Brasil que por muito pouco não levou um gol. Zadorsky bateu, a bola explodiu na trave e a atacante, mesma caída no chão, bateu pro gol novamente, tendo um pé salvador de Bruna Benites para tirar a bola em cima da linha, quando o jogo se encaminhava para o final da partida. Final em resultado favorável de 2 a 0 no fechamento da SheBelieves Cup.


Foto em destaque: Sam Robles/CBF

Nenhum comentário:

Postar um comentário