Walter Tröger, membro honorário do COI, morre aos 91 anos


Troger durante a Rio 2016. Foto: Comitê Olímpico da Alemanha




O alemão Walter Tröger, membro honorário do Comitê Olímpico Internacional (COI) e prefeito da Vila Olímpica de Munique 1972, faleceu na última quarta-feira (30), aos 91 anos. De acordo com a família, Tröger "morreu pacificamente, por causas relacionadas à idade".





Ele foi nomeado membro do COI em 1989, membro honorário em 2010, além de ter sido diretor de esportes da entidade e ter feito parte da Ordem Olímpica.





Em 1992, Tröger se tornou presidente do Comitê Olímpico da Alemanha, permanecendo no cargo por uma década. Entre diversas responsabilidades exercidas em tantos anos trabalhando com esporte, ele ainda foi chefe de missão da Alemanha em oito edições de Jogos Olímpicos de Inverno, entre Innsbruck 1976 e Salt Lake City 2002.





O alemão estava também entre as autoridades que negociaram com terroristas do grupo Setembro Negro, pela libertação de membros do comitê de Israel, alvo do ataque durante os Jogos Olímpicos de 1972.





Tröger também fez parte da Comissão do Programa Olímpico do COI, da Comissão Olímpica de Solidariedade e da Comissão de Esportes para Todos. O dirigente foi o primeiro vice-presidente da Federação Alemã de Basquete por 30 anos, ficando no posto até 2006.





O presidente do COI, Thomas Bach, falou sobre a importância do trabalho de Tröger na entidade. "Ele deu uma grande contribuição ao COI, primeiro como diretor de esportes, depois como membro e, posteriormente, como membro honorário”.





“Eu o conheci como uma pessoa com uma grande paixão pelo esporte e um imenso conhecimento sobre o Movimento Olímpico já quando nos encontramos pela primeira vez, na década de 1970, quando ele era secretário-geral do Comitê Olímpico Alemão e eu, atleta”, revelou Bach.





De acordo com o COI, a bandeira olímpica em sua sede será hasteada a meio mastro por três dias, em sinal de respeito após a passagem de Tröger.


Comente

Postagem Anterior Próxima Postagem