Parte do time australiano de hóquei feminino pode entrar em greve após exclusão de atletas - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Parte do time australiano de hóquei feminino pode entrar em greve após exclusão de atletas

Compartilhe

A sete meses dos Jogos Olímpicos de Tóquio, parte do time feminino de hóquei sobre a grama da Austrália pode entrar em greve por causa de uma batalha com os gerentes da equipe, que excluíram da seleção a goleira Rachael Lynch e a ex-capitã Georgina Morgan. 

Lynch foi eleita a melhor goleira da temporada 2019 pela Federação Internacional de Hóquei sobre a grama (FIH). Já Morgan é uma das principais jogadoras da equipe. 

Após o anúncio da dispensa das duas atletas, no último dia 2, em meio ao descontentamento recente com a cultura organizacional da Hockey Australia, 15 integrantes da seleção fizerem uma reunião no campo de treinamento do time, em Perth. 

De acordo com a agência de notícias Australian Associated Press (AAP), metade das jogadoras ameaçaram não jogar mais pela seleção.

Isso faz parte de uma briga de meses entre parte da seleção australiana de hóquei e os dirigentes da Hockey Australia, que foram acusados de intimidar atletas e de não manterem uma boa administração. 

No entanto, a Hockey Australia iniciou uma investigação independente sobre as alegações das atletas. Nicole Arrold, que disputou duas Olimpíadas, levantou preocupações em relação à administração da entidade, ao mesmo tempo que alegou que as acusações de bullying foram mal tratadas e a liderança do técnico da seleção, Paul Gaudoin, foi "caótica".

Chefe da entidade, Matt Favier negou que a equipe australiana esteja passando por uma crise. Já o treinador Paul Gaudoin declarou que entende que o anúncio da seleção poderia provocar emoções contraditórias, mas “essa é a natureza do esporte de alto rendimento”.

“Os critérios de seleção levam em consideração uma série de aspectos, portanto, apoiamos e respeitamos as decisões que os selecionadores tomaram”, disse ele.

Ele ainda falou que a prioridade é o bem-estar das jogadoras. “Queremos ter certeza de que estamos cuidando delas". 

“Temos um psicólogo clínico em nosso programa desde que assumi o cargo, em 2017. Temos um membro da equipe de bem-estar e temos muitas pessoas e muitas estruturas para ajudar a apoiar a saúde mental e o bem-estar de cada atleta".

A Austrália tem três títulos olímpicos no hóquei sobre a grama feminino (1988, 1996 e 2000). No entanto, desde os Jogos de Sydney, em 2000, a seleção australiana não figura no pódio das Olimpíadas. 

Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário