Minas ganha em Bauru; SESC Flamengo e Brasília também vencem pela Superliga de Vôlei feminino - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Minas ganha em Bauru; SESC Flamengo e Brasília também vencem pela Superliga de Vôlei feminino

Compartilhe




Depois de passar por uma fase difícil, com jogadoras e comissão técnica afetados com casos de COVID-19, o Sesi Vôlei Bauru voltou à quadra na terça-feira (15), em um jogo atrasado pela sétima rodada do turno da Superliga feminina de vôlei 2020/2021 – a competição está na décima rodada. Apesar de toda a superação, a vitória ficou com o Minas (MG) que, no ginásio Panela de Pressão, em Bauru (SP), venceu por 3 sets a 1, de virada (21/25, 25/22, 25/14 e 25/23). 


A ponteira Megan foi eleita a melhor jogadora em quadra. Já com o Troféu VivaVôlei em mãos, a norte-americana fez questão de elogiar o desempenho de todo o time mineiro. 


“Agradeço muito a todas, que jogaram muito bem, pelo coletivo, com cada uma fazendo o seu trabalho e agradeço pelo troféu”, disse Mega, jogadora do/Minas. 


Ainda sem contar com o técnico Rubinho, que se recupera do caso mais complicado de COVID-19 envolvendo o grupo paulista, a equipe do interior de São Paulo foi comandada pelo assistente Plauto Machado. Após a partida, a capitã Dani Lins destacou a superação do grupo. 


“Para três treinos pós-COVID, acho que fizemos um bom jogo. Pecamos em alguns momentos, mas sabemos que houve uma deficiência física em virtude de tudo que aconteceu. Tentamos fazer o nosso melhor e agora é preparar para os próximos jogos. Sabíamos que ia ser difícil diante do Minas, mas o time está de parabéns porque essa volta é bem complicada”, comentou Dani Lins. 


As duas equipes voltam à quadra na próxima sexta-feira para seus respectivos compromissos pela Superliga Banco do Brasil feminina. O Sesi Vôlei Bauru estará no Distrito Federal para enfrentar o Brasília Vôlei às 16h.


Já o Minas terá um forte confronto mineiro contra o Praia Clube, em Uberlândia (MG), casa do adversário. Já rivais tradicionais, as equipes se enfrentarão às 21h30. 

SESC Flamengo e Brasília ganham

Outros dois duelos foram realizados na noite desta terça-feira, porém estes atrasados da quarta rodada do turno. O Curitiba Vôlei recebeu o Sesc RJ Flamengo (RJ) no seu ginásio, mas foi o time carioca que levou a melhor depois de um jogo bastante disputado. O grupo comandado pelo técnico Bernardinho venceu por 3 sets a 2 (17/25, 25/16, 22/25, 25/21 e 15/06), com destaque para a central Valquíria, eleita, por votação popular, a melhor da partida. 


“Foi um jogo bem difícil. Começamos errando bastante e assim fica difícil de jogar. O time de Curitiba está de parabéns. Nos colocou em muitas dificuldades, mas é um passo de cada vez. Estou orulhosa do time. Buscamos do jogo independentemente da dificuldade. Conseguimos reverter o placar e ganhar. Agora precisamos ajustar, buscar ritmo e colocar todas em condições porque a Superliga é longa e ainda temos muito trabalho pela frente”, disse Valquíria. 


Apesar do resultado negativo do seu time, a ponteira Milena foi a maior pontuadora, com o total de 19 acertos (17 de ataque, um de bloqueio e um de saque). 


Em Brasília (DF), o time da casa ficou com a vitória. A equipe candanga superou o São Caetano, de virada, por 3 a 1, com parciais de 20/25, 25/17, 25/23 e 25/17. A líbero Vitória foi escolhida pela comissão técnica do time da casa como a melhor da partida e foi premiada com o Troféu VivaVôlei. Do outro lado da rede saiu a maior pontuadora: Lia Mariano, com 19 acertos, sendo 12 de ataque e sete de bloqueio.


Foto: SESI Bauru

Nenhum comentário:

Postar um comentário