Felipe Bardi é destaque dos 100 m do Campeonato Brasileiro de Atletismo Sub-23





O velocista Felipe Bardi dos Santos (SESI-SP), líder do Ranking Sul-Americano de 2020 nos 100 m, com 10.11 (0.1), será uma das atrações do Campeonato Brasileiro Sub-23 de Atletismo, que será realizado nesta quinta (17) e sexta (18), no Estádio do Centro Nacional de Desenvolvimento de Atletismo (CNDA), em Bragança Paulista.



Aos 22 anos, completados no dia 8 de outubro, ele vive um grande momento na carreira. Afinal, no Troféu Brasil de Atletismo, encerrado domingo (13), em São Paulo, ele conseguiu os recordes pessoais nos 100 e nos 200 m. Nos 100 m, conquistou a medalha de prata, sendo superado por Paulo André Oliveira, o tetracampeão do torneio, conseguindo 10.11 nas semifinais. Nos 200 m, terminou em quarto lugar, com 20.56 (1.2).



“Estou feliz com a evolução e quero fazer uma ótima competição em Bragança”, disse o velocista, nascido na cidade de Americana (SP). “O objetivo é atingir o índice para os Jogos Olímpicos de Tóquio (10.05) e entrar também no revezamento 4x100 m do Brasil, que é muito forte”, comentou o atleta, vice-campeão do Sul-Americano de Lima, no Peru, em 2019.



Felipe Bardi, em um ano tão complicado por causa da pandemia, comemora o fato de ter quatro marcas entre as 10 primeiras no Ranking da América do Sul. O atletismo entrou muito cedo em sua vida. Aos 8 anos, ele venceu uma prova de 60 m, representando a Escola Professor Florestan Fernandes, em Americana. Foi encaminhado por uma professora para o Clube Atletismo Americana, onde passou a treinar com Márcio da Costa Filho, ex-lançador de disco da cidade.



Desde que foi estudar no SESI e passou a defender o clube, orientado por Darci Ferreira, acumulou diversas conquistas. Ganhou ouro na Gymnasíase da China, em 2015, bronze no Troféu Brasil Caixa de 2017 nos 100 m e bronze na mesma prova no Campeonato Pan-Americano Sub-20 de Trujillo, no Peru, também em 2017, entre muitas outras medalhas.



Darci inscreveu Felipe nos 100 m e no 4x100 m. O SESI-SP terá outros dois finalistas do Troféu Brasil na competição: Lucas Vilar, medalha de bronze nos 200 m nos Jogos Olímpicos da Juventude de Buenos Aires-2018, e Erik Felipe Cardoso.


Foto: CBAt/Wagner Carmo

Comente

Postagem Anterior Próxima Postagem