Melo e Kubot vencem no Finals em último jogo da dupla; Soares e Pavic também encerram parceria - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Melo e Kubot vencem no Finals em último jogo da dupla; Soares e Pavic também encerram parceria

Compartilhe

Chega ao fim uma das duplas mais vitoriosas dos últimos anos no circuito. Marcelo Melo e Lukasz Kubot não jogarão juntos em 2021, encerrando uma parceria que rendeu 15 títulos, um caneco em Wimbledon 2017 e a liderança do ranking mundial de duplas por equipes e individualmente (duplista por duplista). A informação é do jornalista polonês Tomasz Lorek, divulgadas no Brasil pela especialista em duplas Aliny Calejon, do site Match Tiebreak.

Nesta quinta-feira (19), a dupla fez seu último jogo, conquistando a primeira vitória na edição 2020 do ATP Finals, ao derrotarem o neerlandês Wesley Koolhof e o croata Nikola Mektic por 2 sets a 1, com parciais de 6-4, 6-7 (2) e 10-8. 

Confira abaixo a emoção de Melo e Kubot após a vitória no último jogo da dupla.




De acordo com Lorek, Melo deverá ser o novo parceiro do neerlandês Jean-Julien Rojer, que tem 29 títulos na carreira, incluindo dois títulos de Grand Slam, Wimbledon 2015 e US Open 2017, ambos ao lado do romeno Horia Tecau.

Já Kubot, deverá jogar ao lado de Wesley Koolhof, adversário de sua última partida com Melo. O neerlandês tem cinco títulos na ATP e seu melhor desempenho em Majors foi a final do US Open deste ano, perdendo para Soares e Pavic. 

Soares e Pavic encerram parceria e brasileiro retomará dupla com Jamie Murray

Por falar em Bruno Soares e Mate Pavic, a dupla também encerrou a parceria, que durou pouco mais de um ano. Em entrevista ao site Match Tiebreak, de Aliny Calejon, o brasileiro revelou que durante uma conversa após a final do Masters 1000 de Paris, Pavic disse que estava insatisfeito e optou pelo rompimento. 

“Tivemos uma conversa depois da final do Masters 1000 de Paris. O Mate expôs que estava insatisfeito com algumas coisas e que não queria continuar a parceria. Não concordo com nada do que ele expôs, nós estávamos indo muito bem, ainda mais com o título no US Open e a final em Roland Garros, mas vida que segue. Fui pego de surpresa". 

Pouco tempo após saber do término da parceria entre o Soares e Pavic, o britânico Jamie Murray enviou uma mensagem para o brasileiro, dizendo que estava interessado em retomar a dupla, que obteve muito sucesso em 2016, quando conquistaram juntos o Aberto da Austrália e o Aberto dos Estados Unidos. 

“O Jamie ficou sabendo que a minha parceria com o Pavic havia terminado e pouco tempo depois recebi uma mensagem dele, avisando o interesse em retomar a parceria", disse o Soares.

Nesta sexta-feira (20), Soares e Pavic entrarão em quadra pelo ATP Finals ainda buscando a classificação para a semifinal do torneio. Eles enfrentam John Peers (AUS) e Michael Venus (NZL), às 9h.

Existem vários cenários para uma possível classificação de Soares e Pavic à semifinal. Para ficar com o primeiro lugar, eles precisam vencer em dois sets e torcer para que Melzer/Roger-Vasselin vençam Granollers e Zeballos em dois sets. 

A classificação pela segunda colocação é um pouco mais fácil. A vitória de Soares e Pavic junto com um triunfo de Granollers e Zeballos garante a classificação da dupla do brasileiro. 

Em outro cenário com vitória do brasileiro e do croata, Melzer/Roger-Vasselin precisam ganhar de Granollers e Zeballos em três sets. No caso de derrota de Soares e Pavic, eles precisam torcer para um triunfo de Granollers e Zeballos. 

Foto: ATP

Nenhum comentário:

Postar um comentário