Guia da Superliga Masculina de Vôlei 2020/21 - Montes Claros/América - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Guia da Superliga Masculina de Vôlei 2020/21 - Montes Claros/América

Compartilhe

Um dos dois times do interior de Minas Gerais na Superliga (o outro é o Uberlândia), o Montes Claros/América está entre as equipes mais tradicionais do voleibol brasileiro. Participou da Superliga pela primeira vez na temporada 2009/10 e, de cara, já foi finalista, perdendo a decisão para o Florianópolis. Desde então, o projeto só ficou de fora da Superliga em 2018/19, quando cedeu sua vaga para o Corinthians/Guarulhos. 

No ano passado, Montes Claros firmou uma parceria com o América Mineiro, se tornando mais uma equipe de vôlei a estar ligada a um time de futebol brasileiro. Até a paralisação devido à pandemia, o clube ocupava a décima primeira posição na tabela, com quatro vitórias em 21 jogos. Com isso, o clube acabaria rebaixado, mas a extinção do Sesc-RJ permitiu que o projeto permanecesse na elite do voleibol nacional.

Com o intuito de ter um desempenho melhor nesta temporada, o Montes Claros/América passou por uma reformulação completa em seu plantel e apostou em diversos atletas brasileiros que estavam no exterior para compor seu elenco. Vieram de fora os ponteiros Vini (Espanha), Ygor Ceará (Estônia) e Erick (Portugal); o levantador Hiago (Chipre); e o central Jonadabe (Argentina). 

O time trouxe ainda os opostos Lucas Borges (ex-Maringá) e Willian Kerber (ex-Pacaembu/Ribeirão); o veterano levantador Rodriguinho (ex-Sada/Cruzeiro); o central Judson (ex-Pacaembu/Ribeirão); e o experiente líbero Tiago Brendle (ex-Sesc-RJ), entre outros reforços.

Após um início de temporada sem muito destaque - último colocação no Campeonato Mineiro e eliminação na Primeira Fase no Troféu Super Vôlei - o Montes Claros/América busca resgatar o brilho da última década para surpreender na Superliga.

Elenco:


Técnico:  Issanaye Ramires


Nayê, como é conhecido, trabalhou 12 anos no Minas Tênis Clube como treinador da Base e com participação no profissional. Ramires também foi assistente técnico da Seleção Brasileira de Voleibol e teve trabalhos nos Emirados Árabes Unidos e no Bahrein. Esta será sua primeira temporada como treinador principal do Montes Claros/América.

(Foto: Arquivo/Espaço do Vôlei)

Surte + Volte para a página central do Guia

Foto de capa: Poliana Serra/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário