Brasileiros do Tênis de Mesa saem do isolamento e treinam pela primeira vez na China - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Brasileiros do Tênis de Mesa saem do isolamento e treinam pela primeira vez na China

Compartilhe



Acabou o isolamento. Depois de uma semana presos nos quartos em Weihai, na China, Gustavo Tsuboi e Hugo Calderano puderam sair e treinar pela primeira vez, no local onde será disputada a Copa do Mundo Masculina, a partir do dia 13. Uma sensação de alívio, mas com a certeza de que todos os cuidados com a saúde estão sendo observados pela Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF) no Restart, a “bolha” criada pelo tênis de mesa para oferecer segurança no retorno dos torneios internacionais. 


Neste período de uma semana, Calderano e Tsuboi não podiam deixar os quartos. Além de terem sido submetidos a testes antes do embarque e depois da chegada ao país asiático, tiveram as bagagens desinfetadas. Desde que chegaram na China, eles já passaram por quatro testes para detecção da Covid-19. A cada dois dias, os atletas são submetidos novamente aos exames. Um membro da organização acompanha os atletas até o local de refeições e aos quartos. Os cuidados frequentes com a higienização continuarão durante todo o período de treinos e o torneio. 


“Só de sair do quarto, já é uma boa sensação. Treinei em dois períodos hoje. Por conta da atividade física que fiz no quarto neste período, não me senti tão defasado. Claro, teve uma perda, foram quase 12 dias sem treinar na mesa, entre a viagem e a quarentena. Eles separaram em grupos, de acordo com os voos, e demos até sorte, pois eu, Calderano, Kanak Jha (norte-americano) e Simon Gauzy (francês) podemos treinar juntos, enquanto atletas que vieram sozinhos com os técnicos só podem treinar entre eles, por enquanto”, relata Tsuboi 


“Depois de vários dias sem poder sair do quarto no hotel, finalmente hoje eu pude treinar. Os cuidados com a nossa segurança aqui são enormes, mas não podia ser diferente. Estou feliz de poder voltar aos treinos e finalmente voltar às competições internacionais”, disse Hugo Calderano, visivelmente aliviado em poder treinar novamente. 


Por sinal, este é o terceiro isolamento que Calderano é obrigado a passar num período de sete meses. Além do cumprido no início da pandemia, entre março e abril, o brasileiro precisou ficar 11 dias isolado no mês passado, por conta de um caso de coronavírus na sua equipe, o Ochsenhausen. Após esse período, treinou, fez dois jogos pela Bundesliga TT, a liga alemã de tênis de mesa, viajou para a China e precisou ficar mais uma semana no quarto. 


Os dois brasileiros estão classificados para a Copa do Mundo Masculina por terem realizado a final da Copa Pan-Americana, em fevereiro, com vitória de Hugo Calderano. Sexto do ranking mundial, Calderano também está classificado para o 2020 ITTF Finals, que reúne os principais atletas do Circuito Mundial, na semana seguinte, na China. Na Copa do Mundo, ele será o cabeça de chave número 4, estreando apenas nas oitavas de final. Tsuboi, 44 do mundo na atualidade, passa pela fase de grupos.


Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário