Ana Patricia/Rebecca e Agatha/Duda decidem a terceira etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Ana Patricia/Rebecca e Agatha/Duda decidem a terceira etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia

Compartilhe





O ouro da terceira etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia 20/21 no naipe feminino será decidido em uma partida com ares olímpicos. As duas duplas classificadas para representarem o Brasil nos Jogos de Tóquio garantiram no sábado (7) uma vaga na grande final do evento que mais uma vez acontece no Centro de Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema (RJ). Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e Ágatha/Duda (PR/SE) venceram os jogos semifinais e medirão forças pelo título. 


A disputa final acontece na manhã deste domingo (8), por volta das 10h (de Brasília). Antes, às 9h, Talita/Carol Solberg (AL/RJ) e Tainá/Victoria (SE/MS), superadas nas semifinais, se enfrentam valendo a medalha de bronze, em partida que também será televisionada pelo canal campeão. 


Mesmo sem contar com público presente em razão dos protocolos de segurança sanitária, as partidas não ficaram sem torcida. Alguns fãs do vôlei de praia tiveram a oportunidade de acompanhar os duelos por meio da “Arquibancasa”. Acessando um convite virtual, os fãs interagiram com o animador e participaram de ações nos intervalos das partidas. O sistema foi exibido em telões na quadra central e trouxe animação e cores para dentro da competição. 


Os torcedores também puderam eleger as melhores jogadoras em quadra de cada partida das semifinais por meio de votação no site e aplicativo da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). Rebecca e Ágatha foram as eleitas nos respectivos confrontos das semifinais. A disputa de bronze e ouro também contará com a votação. 


A primeira semifinal da noite foi vencida pelas atuais campeãs brasileiras Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE). Elas superaram Talita e Carol Solberg (AL/RJ) por 2 sets a 0 (21/18 e 21/16). Depois de terminarem em quarto na etapa anterior, a dupla olímpica formada pela mineira e pela cearense volta a decidir uma etapa open. Ana Patrícia celebrou o retorno a uma decisão. 


“É sempre muito bom conseguir alcançar uma final. Valoriza o trabalho que estamos fazendo, ainda mais quando saímos com um bom resultado de um jogo duríssimo, como sempre é contra a Talita e a Carol Solberg. A gente está evoluindo, no caminho certo e vamos focar agora na próxima partida, que vale o título do torneio”, disse Ana Patrícia. 


Na outra partida das semifinais um duelo caseiro. Ágatha e Duda (PR/SE) enfrentaram Tainá e Victoria (SE/MS), dupla treinada por Cida Lisboa, mãe de Duda. Apesar da amizade fora de quadra, dentro das quatro linhas Ágatha e Duda impuseram o ritmo e venceram por 2 sets a 0 (21/17 e 21/13). A paranaense destacou a façanha de chegar à final pela terceira vez em três etapa realizadas. 


“O fato de conhecermos muito uma a outra faz com que o jogo sempre seja bom de jogar. Temos que fazer algo diferente. Estamos felizes de fazermos a terceira final seguida. Estamos trabalhando muito e alcançar esse resultado dá uma sensação de merecimento. Estamos bem felizes, pois mostra que no nosso comprometimento está compensando”, contou Ágatha.


Foto: INOVAFOTO/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário