Taubaté atropela Cruzeiro e vence o Troféu Super Vôlei - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Taubaté atropela Cruzeiro e vence o Troféu Super Vôlei

Compartilhe



O Taubaté é o primeiro campeão do Troféu Super Vôlei masculino. No sábado (24), o time paulista superou o Cruzeiro na grande decisão por 3 sets a 0 (25/23, 29/27 e 25/21), na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG), e a equipe do treinador Javier Weber ficou com o título da competição sem perder sets. Foram três jogos e três vitórias sobre Ribeirão Preto, Minas e o time celeste. 


O ponteiro João Rafael, que foi repatriado pela equipe paulista nesta temporada, brilhou na decisão e ficou com o Troféu VivaVôlei. 


“Estou muito feliz. Sofremos muito com a derrota no Paulista, fechamos o nosso grupo, blindamos e essa vitória é da equipe. Tenho que agradecer todo o trabalho da comissão técnica. Toda a equipe é sensacional e estou aprendendo muito. Quero me esforçar para aprender ainda mais ainda. Tenho certeza que vai dar certo”, apostou João Rafael. 


Também de volta ao voleibol brasileiro depois de sete anos fora, o levantador Bruninho foi um dos que mais comemorou o título conquistado neste sábado. 


“A equipe do Cruzeiro soube trabalhar sobre o nosso bloqueio, eu até saí um momento para o Rapha entrar e acalmar um pouco, mas a equipe se portou de uma maneira muito resiliente, sabendo lidar com a agressividade do adversário, principalmente no saque. O nosso passe funcionou bem e contamos com uma grande atuação do Felipe Roque e do João Rafael, sendo que a equipe toda está de parabéns. Todo o grupo soube ser resiliente e depois de uma semana que vínhamos de uma derrota na final do Paulista veio o primeiro título nacional do ano”, disse Bruninho. 


O treinador Weber, que conquistou seu primeiro título como técnico da Taubaté , comemorou o resultado e destacou a postura do time ao longo da competição. 


“Foi uma vitória muito importante. Vínhamos de uma derrota que não esperávamos na final do Paulista e, por isso, foi fundamental ver a evolução do time no dia a dia. Gostei da forma como a equipe assimilou a derrota. Hoje jogamos de maneira muito compacta,com poucos erros e valorizando todos na equipe. Temos um plantel muito bom e o fundamental foi o fato de jogarmos como um time”, afirmou Weber. 


Capitão e dono da camisa 18 cruzeirense há 11 anos, Filipe lamentou a derrota e fez uma análise da partida. 


“É um começo de temporada e acredito que a nossa equipe está crescendo aos pouquinhos. Hoje enfrentamos um grande time, sabíamos da dificuldade, mas acho que faltou a gente querer mais, ter mais convicção em momentos decisivos ao querer uma bola, encarar de frente. Estamos montando um grupo novo, construído a cada jogo, e acho que as novas peças estão começando a entender também que esta camisa tem um peso”, concluiu Filipe.


Foto: INOVAFOTO/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário