Paulo Wanderley é eleito presidente do COB e comandará entidade nos jogos de Tóquio e Paris - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Paulo Wanderley é eleito presidente do COB e comandará entidade nos jogos de Tóquio e Paris

Compartilhe


A primeira eleição com mais de um candidato em 41 anos do Comitê Olímpico do Brasil e com 12 votos para o Conselho de Atletas (que contava com apenas um voto anteriormente) aconteceu nesta quarta-feira (7) no Rio de Janeiro e terminou com a manutenção do presidente Paulo Wanderley e o vice Marco Antônio La Porta, à frente da entidade, vencedores pela chapa 'Força e União'.


Paulo Wanderley teve 26 dos 48 votos depositados na urna, contra 20 votos da chapa 'COB + forte' com Rafael Westrupp e Emanuel Rego. A chapa 'Vem ser' de Hélio Meirelles e Robson Caetano teve dois votos. Como teve mais de 25 votos, não foi necessário segundo turno. Das 49 pessoas, físicas e jurídicas, com direito a voto, apenas a Confederação Brasileira de Handebol não enviou representantes para a votação.


Ex-presidente da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), Paulo Wanderley assumiu a presidência do COB em 2017, quando Carlos Arthur Nuzman foi preso por conta do escândalo da compra de votos pela escolha dos jogos rio 2016 em 2009. Logo em seguida, Nuzman renunciou e Paulo Wanderley foi alçado como presidente de forma definitiva. Paulo Wanderley cumprirá seu mandato de presidente até o fim de 2024 e comandará a entidade nos jogos de Tóquio em 2021 e Paris em 2024.


"Se tivemos pela primeira vez em décadas três chapas na eleição, se tivemos pela primeira vez a participação fundamental do atleta, isso foi fruto da reforma estatutária que conduzi. Junto com o segundo lugar do Pan de Lima, a reforma estatutária é o maior motivo de orgulho desses três anos de gestão", disse Paulo Wanderley no discurso após a vitória ainda no salão do hotel carioca onde aconteceu a votação.


Além do presidente e vice, foram eleitos os membros do conselho de administração do COB: José Luiz Vasconcellos (Ciclismo), Anders Pettersson (Desportos na Neve), Matheus Figueiredo (Desportos no Gelo), Raphael Nishimura (Escalada Esportiva), Alberto Cavalcanti Jr (Taekwondo), Silvio Acácio Borges (Judô), Ernesto Teixeira (Triatlo) e Ricardo Leyser (membro independente) foram os escolhidos.


Foto: COB

Nenhum comentário:

Postar um comentário