Guia da final da Champions League das Américas de basquete - Quimsa x Flamengo - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Guia da final da Champions League das Américas de basquete - Quimsa x Flamengo

Compartilhe


Um ano depois do seu início e após longa pausa por conta da pandemia de covid-19, a Champions League das Américas - antiga Liga das Américas - terá sua final. Um jogo único será disputado na sexta (30) às 20 horas (Horário de Brasília, transmissão da DAZN Brasil) na Antel Arena em Montevidéu (URU) e trará o Flamengo buscando o segundo título da 'Libertadores do basquete' enquanto o Quimsa busca o primeiro título. Abaixo tem um pequeno guia da competição com a campanha das equipes, prováveis times-base e uma pequena análise do confronto.




Quimsa (ARG)


Títulos - Liga Sul-americana (2009) e Copa Argentina (2009)

Provável Time base -  Nicolas Copello, Trevor Gaskins, Mauro Cosolito, Diamon Simpson e Fabian Ramirez

Novidades como Fabian Ramirez e Trevos Gaskins são as armas do Quimsa para a decisão


Campanha

1ª Fase

29/10/2019 - Quimsa 87-61 Aguada (URU)

29/11/2019 - Aguada 103-100 Quimsa

17/12/2019 - Quimsa 98-92 Franca (BRA)

14/1/2020 - Franca 74-82 Quimsa



Quartas de final

15/1/2020 - Mogi (BRA) 84-90 Quimsa

19/1/2020 - Quimsa 96-83 Mogi



Semifinal

9/3/2020 - San Lorenzo (ARG) 84-91 Quimsa

12/3/2020 -  Quimsa 87-100 San Lorenzo

27/10/2020 - Quimsa 110-87 San Lorenzo



Flamengo


Títulos - 46 campeonatos cariocas, 1 Liga das Américas (2014), 1 mundial interclubes (2014), 1 sul-americano (1953), 1 Brasileiro (2008), 7 NBBs (2008/09,2012/2013,2013/14,2014/15,2015/16 e 2018/19) 1 copa Super 8 (2018)

Provável Time-Base - Yago, Franco Balbi, Marquinhos, Olivinha e Rafael Mineiro



Campanha

1ª fase

1/11/2019 - Instituto de Córdoba(ARG) 75-83 Flamengo

29/11/2019 - Flamengo 82-71 CD Valdivia (CHI)

13/12/2019 - CD Valdivia 79-92 Flamengo

20/12/2019 - Flamengo 81-76 Instituto de Córdoba


O elenco estelar do Flamengo tem como líderes Olivinha e Marquinhos

Quartas de final

16/1/2020 - Fuerza Regia (MEX) 67-90 Flamengo

20/1/2020 - Flamengo 103-76 Fuerza Regia



Semifinal

9/3/2020 - Instituto de Córdoba 54x63 Flamengo

12/3/2020 - Flamengo 66-64 Instituto de Córdoba



Análise do confronto


Um ano após o início do campeonato, as duas equipes mostram diferenças ao se reencontrarem na final da Champions League. Ambas equipes perderam jogadores (O Quimsa 6 e o Flamengo 5), mas por alguns motivos, o time brasileiro tem o status de favorito para essa partida. 


Primeiro porque se reforçou absurdamente com nomes de alto nível como Yago, Rafael Hettshemeir e 'Chuzito' González e manteve seus pilares como Franco Balbi, Marquinhos e Olivinha. Já o Quimsa perdeu jogadores importantes como Juan Brussino e Brandon Robinson, que foram para o basquete mexicano, e só voltam em dezembro, quando o campeonato acaba. Mas também a equipe contratou um dos melhores estrangeiros da liga argentina, o panamenho Trevor Gaskins - um armador que sabe criar seu próprio arremesso e romper defesas adversárias -  para reforçar a equipe. Franco Baralle e Fabian Ramirez foram boas adições à equipe e já mostraram suas credenciais ofensivas na vitória contra o San Lorenzo - 22 pontos cada. 


O novo Quimsa com todas as mudanças em relação ao elenco que disputou o jogo 2 da semifinal em março


O segundo fator de vantagem para o rubro-negro é que a equipe comandada por Gustavo de Conti voltou aos treinamentos antes e já até disputou uma competição, o campeonato carioca. Ela não testou a equipe do Flamengo é verdade, mas ao menos deu um pouco mais de ritmo de jogo. Já equipe do Quimsa voltou a treinar no fim de setembro primeiro só com jogadores sub23 e foi absorvendo os seus reforços no mês de outubro. E o jogo 3 da semifinal contra o San Lorenzo foi o primeiro jogo oficial da equipe na temporada 2020/21, pois a 'La Liga' ainda não começou. 

Franco Balbi é um dos comandantes do Flamengo na armação de jogadas. 

Talvez fosse uma final de favas contadas se fosse uma série de três partidas, mas é um jogo só. E é nisso que o Quimsa se apega pois o jogo único pode trazer um fator importante, o da equipe favorita não estar em sua noite e a equipe mais fraca na teoria fazer o jogo da vida. 


Mas a missão é hercúlea, os reforços que o Flamengo trouxe aumentaram e muito o arsenal ofensivo da equipe, que tem qualidade pra pontuar em qualquer área pintada da quadra e não sofre como sofreu no segundo jogo da semifinal, quando conseguiu uma virada a fórceps contra o Instituto de Córdoba em março. Ao Quimsa, espera-se que os reforços se mostrem verdadeiramente efetivos e que o Flamengo não consiga ter uma resposta defensiva para que eles consigam o título.


Previsão: Em condições normais de temperatura e pressão, vitória do Flamengo. Mas é sempre bom lembrar, final em jogo único, tudo vai depender de como os jogadores estarão no dia 30. 



Fotos: FIBA/divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário