Saltador Almir Júnior comemora aniversário na Missão Europa - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Saltador Almir Júnior comemora aniversário na Missão Europa

Compartilhe

O mato-grossense Almir Cunha dos Santos comemorou na sexta-feira (4/9) 27 anos na Europa. Medalha de prata no salto triplo do Campeonato Mundial Indoor de Birmingham, em 2018, ele faz parte da equipe de atletismo que participa da Missão Europa.

Almir Júnior, que defende a Sogipa, em Porto Alegre (RS), disse que seu aniversário será especial. “Esperava comemorar diferente este ano, voltando dos Jogos de Tóquio, mas não deixa de ser especial. Estou acostumado a comemorar o aniversário fora de casa, geralmente viajando ou em competições”, disse o atleta, nascido em Matupá, mas criado em Peixoto Azevedo (MT). “Vou comemorar o aniversário fazendo o que mais gosto, que é treinar, em busca de meus objetivos. Estou amadurecendo e com a certeza de que terei um longo caminho ainda para percorrer”, completou Almir, qualificado para a Olimpíada.

Almir conquistou a medalha de prata na Barclaycard Arena no dia 3 de março de 2018 ao saltar 17,41 m. Foi a única medalha brasileira na competição e a 16ª em toda a história dos Mundiais em Pista Coberta.

Com pouco mais de um ano de salto triplo - antes fazia o salto em altura -, Almir alcançou o resultado de maior expressão na carreira. Ele só foi superado em Birmingham pelo norte-americano Will Claye, ganhador do ouro, com 17,43 m. O português Nelson Évora, campeão olímpico de Pequim-2008, ficou com o bronze, com 17,40 m.

O bom resultado obtido por Almir é uma esperança para o prosseguimento da grande história brasileira no salto triplo, iniciada nos anos 1950 por Adhemar Ferreira da Silva, bicampeão olímpico e autor de cinco recordes mundiais.

Além de Adhemar, o Brasil teve Nelson Prudêncio, dono de duas medalhas olímpicas (prata no México-1968 e bronze em Munique-1972), assim como João Carlos de Oliveira, o João do Pulo (bronze em Montreal-1976 e em Moscou-1980). Outro grande nome da especialidade é o de Jadel Gregório, medalha de prata no Mundial de Osaka-2007 e nos Mundiais Indoor de Budapeste-2004 e de Moscou-2006. Jadel também é recordista sul-americano do triplo, com 17,90 m.

Almir é orientado pelo experiente treinador José Haroldo Loureiro Gomes, o Arataca, que o aconselhou na mudança do salto em altura para o triplo. “É um atleta especial, de grande potencial. Tem muita dedicação aos treinos e renunciou a muitas coisas para conseguir bons resultados e está no caminho certo”, comentou o treinador.

Foto: Wagner Carmo/CBAt

Nenhum comentário:

Postar um comentário