João Menezes alcança quartas em Iasi e brasileiros tem bons desempenhos nas duplas em challenger e futures - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

João Menezes alcança quartas em Iasi e brasileiros tem bons desempenhos nas duplas em challenger e futures

Compartilhe

João Menezes tênis Iasi Romênia tênis



João Menezes reencontrou a boa forma e venceu pela segunda rodada o romeno Filip Cristian Jianu em sets diretos. O brasileiro, 195º, derrotou o convidado local de 18 anos, após 1 hora e 39 minutos de jogo e desafia o espanho Jaume Munar, segundo favorito no torneio. 


Surte+ Beatriz Haddad Maia passa pela estreia no ITF W15 de Santarém; outras quatro tenistas vencem na Europa

O primeiro set decorreu de forma protolocar, sem qualquer break point. O único momento de deuce foi no nono game quando Menezes teve um pouco mais de problemas em defender seu serviço. No momento decisivo, o medalhista de ouro em Lima 2019 confirmou todos os saques e venceu dois pontos no serviço do adversário, inclusive no primeiro set point para fechar o tie break em 7-3.


O segundo set foi quase um passeio de Menezes, que chegou a ter break point em 4-0, o que lhe permitiria dar um pneu. O momento de maior dificuldade do brasileiro no saque foi justamente quando ele sacava para o jogo em 5-2 e teve que defender duas chances de quebra do romeno, antes de garantir sua vaga nas quartas.


Ele enfrenta Munar, 108º do mundo, na sexta-feira. Com a campanha, ele garante 18 pontos e iguala seu melhor desempenho na temporada, as quartas alcançadas no challenger de Dallas, EUA em fevereiro. 


Felipe Meligeni Rodrigues Alves, que na terça-feira venceu o francês Enzo Couacaud por 2 sets a 1 e  tentará nesta quinta se juntar ao compatriota nas quartas. O tenista vindo do quali e 354º melhor do mundo desafia o argentino Francisco Cerundolo, 237º da ATP. Em caso de vitória, o tenista alcançará a 316ª posição no ranking de 21 de setembro, um posto acima de sua melhor marca na carreira.


Na quinta às 6 da manhã (horário de Brasília) ele se junta a Rafael Matos pelo torneio de duplas para desafiar os cabeças 2, Luis David Martinez, da Venezuela, e Miguel Angel Reyes-Varela, do México pelas quartas de duplas.


Também em busca de uma vaga na semi, por volta das 9h, Fernando Rombli e o francês Enzo Couacaud duelam contra Treat Huey, das Filipinas e Nathaniel Lammons, dos EUA. Nesta quarta-feira, a dupla franco-brasileira venceu os romenos Cezar Cretu  Filip Cristian Jianu por 6-4 e 6-3.

Felipe Meligeni Alves e o canadense Peter Polansky perderam na estreia de virada por 6-7[5], 6-3  10-6 para Huey e Lammons, cabeças 3 do torneio.



Fernando Romboli challenger Romênia
Fernando Romboli e Enzo Couacaud venceram uma dupla romena nesta quarta-feira




Pelo circuito future, doze brasileiros jogam nesta semana entre a quadra dura coberta do M25+H de Plaisir, na França, e a quadra dura ao ar livre no M15 de Sintra, Portugal. 


Na França, apenas Guilherme Clezar e Pedro Sakamoto passaram da estreia, em sets diretos. Clezar (273º), segundo favorito, venceu o francês Alexis Gautier (553º)por duplo 6-4 e agora desafia o convidado local Valentin Royer (671º), que derrotou o brasileiro Oscar José Guiterrez (388º) por 6-4 e 6-1. 


Sakamoto (305º), quarto favorito, venceu o colombiano Cristian Rodriguez (465º) por 6-2 e 7-6[4], se vingando de uma derrota sofrida na Tunísia em 2017. Pela segunda rodada, ele enfrenta o belga Yannick Mertens, 475º melhor do mundo.


Clezar e Sakamoto seguem na boa fase no torneio de duplas e conquistaram segunda vitória no torneio conta os neerlandeses Igor Sijsling e Glenn Smits. Cabeças 4 na chave de duplas, eles enfrentam os israelenses Daniel Cukierman e Edan Leshem. Eles buscam uma vaga na decisão não antes das 12h (horário de Brasília) desta quinta. Ante eles disputam suas partidas de quartas: Clezar joga por volta das 7h30 e Sakamoto por volta das 9h.


Ainda pela primeira rodada, Orlando Luz (309º), quinto favorito perdeu para o belga Michael Geerts (407º) por duplo 6-4. Luz e Gutierrez também caíram na estreia da chave de duplas, apesar de serem os segundo favoritos. Michael Geerts, da Bélgica e Strong Kirchheimer, dos EUA venceram por duplo 6-4 e também estão na semifinal onde enfrentam os franceses Lucas Poullain e Clement Tabur. 


Pelo torneio M15 de Sintra, mais uma vez Leonardo Civita-Telles foi o destaque e único brasileiro na segunda rodada. Sem ranking na ATP, ele venceu o austríaco Maximilian Neuchrist em dois tie breaks (7-6[7] e 7-6[5] e busca surpreender o 599º melhor do mundo Nuno Borges, de Portugal.


Cabeça 8, Wilson Leite (518º) foi derrotado pelo português Tiago Cacao (548º) em sets diretos: 6-3 e 7-6[1]. Com 18 anos e sem ranking da ATP, Natan Rodrigues, que entrou pela vaga destina a atletas juvenis, perdeu para Nuno Borges por 6-3  6-1; Matheus Pucinelli de Almeida (938º aos 19 anos) caiu para o espanhol Benjamin Winter Lopez (70º) por 6-4 e 6-3.


Pelo torneio de duplas, Mateus Alves e Igor Marcondes, derrotados na última rodada do quali de simples, fizeram jus ao título de cabeças 2. Depois de derrotarem o francês Alexis Musialek e o belga Martin van der Meerschen, eles derrotaram Arnaud Bovy, da Bélgica, e Nick Hardt, da República Dominicana. Ainda sem perder sets, eles enfrentam os norte-americanos Eduardo e Emilio Nava na semifinal.


Wilson Leite e João Lucas Reis da Silva, que haviam vencido os espanhóis Carlos Boluda-Puriss e Ricrdo Ojeda Lara na primeira rodada, perderam para os alemães Sebastian Fanselow e Malk Steiner, apesar de serem os cabeças 3.


Surte+ Bruno Soares avança e Marcelo Melo cai no Masters 1000 de Roma


Foto: Reprodução / Iasi Concorde Open

Nenhum comentário:

Postar um comentário