Em duelo de goleiras brasileiras, Chana Masson é destaque na vitória do CSKA pela Champions League de Handebol - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Em duelo de goleiras brasileiras, Chana Masson é destaque na vitória do CSKA pela Champions League de Handebol

Compartilhe



Quatro partidas abriram neste sábado (19) a segunda rodada da Champions League de Handebol Feminino. Em duelo de goleiras brasileiras, a veterana Chana Masson levou a melhor sobre Babi e o CSKA Moscou derrotou fora de casa o Buducnost (MNE) por 25 a 22, em jogo válido pelo Grupo B do torneio. 

Chana, de 41 anos de idade, foi um dos destaques da vitória da equipe russa, contribuindo nove defesas na partida. Já Babi tentou ajudar a sua equipe com seis defesas no jogo. Com o triunfo, o CSKA soma 3 pontos e divide a vice-liderança do grupo com o Györi (HUN), que em sua estreia em casa venceu sem dificuldades o Podravka Vegeta (CRO) por 43 a 28, com a brasileira Duda marcando dois gols na partida.

A liderança do Grupo B pertence ao Odense (DEN), que foi até a Romênia e derrotou o Ramnicu Valcea por 30 a 21. O jogo marcou a estreia da ponteira brasileira Jessica Quintino, que não jogou na primeira partida da equipe. Jessica fez 4 gols na partida. O Odense soma 4 pontos e poderá dividir a liderança com o Brest, caso a equipe francesa derrote o Borussia Dortmund neste domingo (20) na Alemanha.


Em partida disputada na Rússia e que abriu a segunda rodada do Grupo A, as equipes do Rostov (RUS) e Krim Mercator (SLO) empataram em 23 a 23, com a armadora brasileira Samara mais uma vez sendo a artilheira da equipe, marcando 9 gols e sendo um dos destaques da partida. O Rostov assume a liderança provisória da chave com 3 pontos, enquanto o Krim Mercator marcou seu primeiro ponto na competição. 

A rodada do grupo será completada neste domingo com mais duas partidas. Na França, se enfrentam Metz e Bietgheim, enquanto na Dinamarca jogam Esbjerg x CSM Bucareste. A partida entre Vipers (NOR) e Rail Cargo (HUN) foi adiada, após duas jogadoras da equipe húngara testarem positivo para Covid-19 e serem colocadas em quarentena.


Foto: Divulgação/EHF

Nenhum comentário:

Postar um comentário