Duas vezes finalista do US Open, Azarenka vence compatriota e avança à terceira rodada - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Duas vezes finalista do US Open, Azarenka vence compatriota e avança à terceira rodada

Compartilhe

A bielorrussa Victoria Azarenka venceu nesta quinta-feira (3), a compatriota Aryna Sabalenka, em partida válida pela segunda rodada do US Open. Com a vitória no placar de 2 sets a 0, (6-1 e 6-3), em apenas 1h06 de jogo, Azarenka chega pela 10ª vez à terceira fase do torneio. Ela foi finalista em 2012 e 2013, perdendo as duas decisões em três sets para a estadunidense Serena Williams. 

Azarenka foi dominante na primeira parcial do jogo, vencida por 6-1. Ela quebrou o saque de Sabalenka em três oportunidades, vencendo 66% dos pontos jogados, fazendo cinco winners e vendo a adversária cometer 17 erros não forçados no set.

Foto: Brad Penner/USTA

O segundo set foi um pouco mais equilibrado, no entanto, prevaleceu o domínio de Azarenka, que quebrou duas vezes o saque da adversária, nos games 2 e 6. Sabalenka até que tentou igualar a partida, aproveitando um dos quatro break points que teve na parcial. 

Mas Sabalenka continuou cometendo muitos erros não forçados no segundo set. Foram 10, contra apenas 4 da adversária. Após a última quebra, Azarenka precisou apenas manter a vantagem conquistada, finalizando a parcial no nono game, por 6-3. 

Esperava-se um confronto mais equilibrado entre as atletas da Bielorrússia, uma vez que Sabalenka é a atual 11ª colocada no ranking mundial e Azarenka vem de título no Premier de Cincinnati, conquistado na semana passada. 

Na terceira rodada, Azarenka, 27ª do ranking mundial, enfrenta a vencedora do confronto entre Sachia Vickery, dos Estados Unidos e Iga Swiatek, da Polônia. A partida foi interrompida por causa da chuva, quando Vickery vencia o jogo por 7-6 e 0-30 no primeiro game do segundo set. 

Essa é a primeira vez desde o Torneio de Wimbledon de 2019 em que Victoria Azarenka avança à terceira fase de um Major. 

Foto: Brad Penner/USTA

Nenhum comentário:

Postar um comentário