ISA adia World Surfing Games para maio de 2021; competição segue fazendo parte da corrida olímpica - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

ISA adia World Surfing Games para maio de 2021; competição segue fazendo parte da corrida olímpica

Compartilhe

A Associação Internacional de Surfe (ISA) decidiu adiar a próxima edição do World Surfing Games para o ano que vem. A competição estava programada para maio deste ano, mas foi suspensa por conta da pandemia do coronavírus, e agora acontecerá de 8 a 16 de maio de 2021.  El Salvador foi mantida como sede. 

“Estamos em constante diálogo com nossos parceiros e partes interessadas - incluindo a World Surf League. Estamos confiantes de que esse adiamento nos colocará na melhor posição para celebrar uma edição espetacular e segura do evento antes dos Jogos Olímpicos", disse o presidente da ISA, Fernando Aguirre, em comunicado divulgado nesta sexta-feira (31).

Também foi confirmado que o evento seguirá fazendo parte do sistema qualificatório olímpico do surfe. Serão distribuídas as últimas 12 vagas para os Jogos de Tóquio, sendo cinco para os homens e sete para as mulheres. Vinte atletas de cada gênero farão parte da estreia do surfe no programa olímpico.

Até o momento, 15 homens e 13 mulheres já estão classificados para a Olimpíada, incluindo os brasileiros Ítalo Ferreira, Gabriel Medina, Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima, que conquistaram suas vagas pelo Circuito Mundial de Surfe de 2019. Os Jogos Pan-Americanos de Lima e o World Surfing Games de 2019 também distribuíram vagas olímpicas (uma por continente).

Na temporada anterior, o World Surfing Games foi realizado em Miyazaki, no Japão. Ítalo Ferreira foi o campeão no masculino, deixando o estadunidense Kolohe Andino com a prata e Gabriel Medina com o bronze. No feminino, a vencedora foi a peruana Sofía Mulánovich, com Silvana Lima sendo vice e a sul-africana Bianca Buitendag, bronze.

Nenhum comentário:

Postar um comentário