Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados - Surfe - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados - Surfe

Compartilhe

ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 01/08 às 09h50

Status: Incompleto, com 70% das vagas preenchidas (28 de 40). Falta a disputa do ISA Games de 2020, adiado devido à pandemia de Covid-19.

Eventos/Vagas: 2 (masculino e feminino) e 40 surfistas (20 de cada naipe)


Sistema qualificatório


Para a estreia da modalidade em Jogos Olímpicos, 20 atletas de cada naipe competirão na cidade de Chiba. Cada país tem o limite de dois surfistas no masculino e dois no feminino. 

Os 10 primeiros colocados da Liga Mundial de Surfe (WSL) de 2019 no masculino e as 8 melhores, no feminino, se garantiram nos Jogos. Os Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 atribuíram uma vaga por gênero para as Américas, enquanto os ISA Games de 2019 - competição organizada pela Associação Internacional de Surfe - funcionaram como seletiva dos outros quatro continentes, distribuindo uma vaga por naipe para Europa, África, Ásia e Oceania. 

As demais vagas estarão disponíveis nos ISA Games de 2021, que ocorrerão entre 8 e 16 de maio de 2021, em El Salvador. O Japão, por ser o país-sede, tinha um atleta por naipe garantidos. Porém, como conseguiu classificar surfistas por mérito, essas vagas foram realocadas para o ISA Games.

Brasil

A “Tempestade Brasileira” do surfe estará no Japão com o time completo. No masculino, Ítalo Ferreira e Gabriel Medina se classificaram por terem terminado nas duas primeiras colocações da Liga Mundial de Surfe em 2019. Filipe Toledo ainda terminou na quarta colocação, mas acabou fora das Olimpíadas pelo limite de dois surfistas por naipe por país. No feminino, Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima também finalizaram a temporada entre as melhores da Liga e garantiram vaga nos Jogos.

Ítalo Ferreira foi campeão mundial em 2019 e será uma das grandes esperanças brasileiras de medalha em Tóquio (Foto: Reprodução Instagram / Ítalo Ferreira)

Atletas classificados:
Masculino:
WSL 2019: Ítalo Ferreira (Brasil), Gabriel Medina (Brasil), Jordy Smith (África do Sul), Kolohe Andino (Estados Unidos), Kanoa Igarachi (Japão), John John Florence (Estados Unidos), Owen Wright (Austrália), Jérémy Florès (França), Julian Wilson (Áustralia) e Michel Bourez (França);
Jogos Pan-Americanos de 2019 em Punta Rocas, no Peru: Lucca Mesinas (Peru);
ISA Games de 2019 em Miyazaki, no Japão: Frederico Morais (Portugal), Ramzi Boukhiam (Marrocos), Shun Murakami (Japão) e Billy Stairmand (Nova Zelândia);
ISA Games de 2021 em El Salvador: cinco vagas a serem definidas:

Feminino:
WSL 2019: Carissa Moore (Estados Unidos), Caroline Marks (Estados Unidos), Stephanie Gilmore (Austrália), Sally Fitzgibbons (Austrália), Tatiana Weston-Webb (Brasil), Johanne Defay (França), Brissa Henessey (Costa Rica) e Silvana Lima (Brasil);
Jogos Pan-Americanos de 2019 em Punta Rocas, no Peru: Daniella Rosas (Peru);
ISA Games de 2019 em Miyazaki, no Japão: Anat Lelior (Israel), Bianca Buitendag (África do Sul), Shino Matsuda (Japão) e Ella Williams (Nova Zelândia);
ISA Games de 2021 em El Salvador: sete vagas a serem definidas.

+ Volte para a Central do Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados

Nenhum comentário:

Postar um comentário