Damiris tem bons números, mas Lynx é derrotado pelo Los Angeles Sparks na WNBA - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Damiris tem bons números, mas Lynx é derrotado pelo Los Angeles Sparks na WNBA

Compartilhe


Não deu para o Minnesota Lynx. Depois de quatro vitórias consecutivas, a equipe de Damiris Dantas perdeu para o Los Angeles Sparks, por 97 a 81, na noite deste domingo (09) e conheceu sua segunda derrota na WNBA

Damiris foi titular e esteve em quadra durante 26 minutos e meio. Ela anotou 15 pontos (13 somente no primeiro tempo) e pegou sete rebotes, além de ter dado uma assistência. Apesar dos bons números, a brasileira teve uma atuação imprecisa, com um aproveitamento de 31,3% nos arremessos de quadra, com cinco conversões em 16 tentativas (3/8 nas bolas de três).


Sem uma de suas principais armas defensivas, Sylvia Fowles, que foi poupada após uma lesão na panturrilha, o Lynx não conseguiu parar o Sparks. A equipe de Minnesota foi dominada desde o começo do duelo e só esteve a frente do placar em um único momento do jogo (metade do terceiro período, 56 a 55). 

Riquna Williams saiu do banco de reservas e fez a diferença para a equipe de Los Angeles, marcando 21 pontos. Candance Parker fez um duplo-duplo, fazendo 11 pontos e pegando dez rebotes. Crystal Dangerfield, do Lynx, foi a cestinha do jogo, com 29 pontos anotados.

Com o tropeço, o Lynx permanece na segunda colocação geral da temporada regular da WNBA, com cinco vitórias e duas derrotas. O Seattle Storm é o líder, com seis vitórias e uma derrota. Já o Sparks é o quinto colocado, com histórico de quatro vitórias e três derrotas, tendo alternado entre trunfos e revés nos sete jogos disputados até aqui.

O próximo jogo do Minnesota é na terça-feira, às 22h, contra o Washington Mystics, que vem de quatro derrotas consecutivas. No mesmo dia e uma hora mais tarde, o Los Angeles duela com o New York Liberty, que tem apenas uma vitória na liga.

Vale lembrar que todos os jogos estão acontecendo em Brandenton, na Flórida, numa "bolha" sanitária criada pela WNBA que garante a segurança de todas as jogadoras e envolvidos em meio à pandemia do coronavírus. Cada uma das 12 equipes jogará 22 jogos na temporada regular e as oito primeiras colocadas garantem vaga nos play-offs.

Foto: Lorie Shaull/WNBA

Nenhum comentário:

Postar um comentário