Brasília Vôlei e São José dos Pinhais chegam à Superliga de Vôlei feminino na busca por afirmação - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Brasília Vôlei e São José dos Pinhais chegam à Superliga de Vôlei feminino na busca por afirmação

Compartilhe

Duas das novidades desta temporada para a Superliga feminina de Vôlei 20/21 chegam à elite do voleibol brasileiro com objetivos definidos. O Brasília Vôlei (DF) e o São José dos Pinhais (PR), equipes oriundas da Superliga B, buscam a afirmação e, se possível, incomodar os favoritos ao título da principal competição de clubes do vôlei no país. 

O Brasília Vôlei garantiu uma vaga na elite após terminar a última edição da Superliga B na primeira colocação – a competição foi encerrada sem campeão devido a pandemia da COVID-19. O time candango disputou pela última vez a edição principal na temporada 18/19. Já o São José dos Pinhais se prepara para estrear na elite do voleibol brasileiro. O time paranaense recebeu o convite da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) depois da desistência do Itajaí Vôlei (SC) e do ADC Bradesco Vôlei (SP). 

No Brasília Vôlei, o treinador Rogério Portela ressaltou o bom momento do time no retorno à Superliga. 

“É com muita alegria e sentimento de dever cumprido que estamos de volta à elite do voleibol. Trazemos da Superliga B uma bagagem de empenho, superação e muito trabalho, tendo o compromisso de buscar cada vez mais os nossos objetivos”, disse Portella, que ainda falou dos objetivos do Brasília Vôlei para a temporada 20/21. 

“Sabemos que essa temporada será muito difícil. Uma temporada de superação e mudanças, onde vamos ter que adaptar e aprender com esse momento que estamos vivendo. Nossa diretoria e comissão técnica estão empenhados na organização de todo um protocolo visando a segurança de nossas atletas. Nossa apresentação está prevista para o dia primeiro de setembro, onde daremos início à um planejamento de trabalho para a Superliga 20/21”, explicou Rogério Portela. 

Entre as atletas já anunciadas pelo Brasília Vôlei como novidade para esta temporada estão a central Fernanda Ísis, a levantadora Jú Carrijo, a oposta Sara Dias e a ponteira Paula Mohr. 

Pelo São José dos Pinhais, o treinador Duda mostra otimismo com a temporada de estreia da equipe paranaense na Superliga Banco do Brasil, em especial pelo motivo da cidade amar a modalidade.

“O São José dos Pinhais já vem buscando o acesso a Superliga principal há alguns anos. É uma cidade que gosta muito de voleibol e abraçou o projeto. Vai ser uma alegria para cidade e para todos que estão envolvidos com o projeto”, afirmou Duda. 

O treinador da equipe paranaense ainda comentou sobre a meta na próxima edição do campeonato. “A expectativa para a competição passa muito pelo momento. Sabemos que tem cinco equipes de maior investimento e depois vemos que ainda tem muitos times se formando. Queremos fazer um bom papel. Teremos uma equipe bem nova e tecnicamente experiente. Vamos brigar por uma vaga no playoff. Essa é a nossa meta e as nossas expectativas são as melhores”, afirmou Duda. 

A temporada 2020/2021 da Superliga feminina está prevista para começar em novembro, com data a ser divulgada em breve. Além do São José dos Pinhais e do Brasília Vôlei, participarão da competição Sesi Vôlei Bauru (SP), Curitiba Vôlei (PR), Fluminense (RJ), Itambé/Minas (MG), Osasco Audax/São Cristóvão Saúde (SP), Pinheiros (SP), Dentil/Praia Clube (MG), Sesc RJ Flamengo (RJ), São Paulo/Barueri (SP) e São Caetano (SP).

Nenhum comentário:

Postar um comentário