Andriele Zander salta longe, inspirada em campeã olímpica Maurren Maggi - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Andriele Zander salta longe, inspirada em campeã olímpica Maurren Maggi

Compartilhe

Com inspiração em Maurren Maggi, campeã olímpica em Pequim-2008, Andriele Raiana Zander (ASA São Ludgero), de 19 anos, é um dos destaques do Brasil da nova geração no salto em distância. Campeã brasileira e sul-americana sub-20 de 2019, ela espera conquistar seu espaço entre as principais atletas do País na especialidade.

“Consegui treinar normalmente neste período de pandemia na pista da Escola de Educação Básica São Ludgero, onde as aulas estão suspensas. Moro nesta cidade de Santa Catarina há quase 14 anos e estou na expectativa do reinício das competições”, disse a atleta nascida a 17 de outubro de 2000, em Foz do Iguaçu, no Paraná.

Andriele escolheu o salto em distância porque foi a prova em que mais se encaixou no início dos treinos. Ela também fez salto triplo. Começou em sua cidade natal aos 11 anos. “Comecei cedo e já no atletismo, nunca fiz outro esporte. O objetivo agora é superar meu recorde pessoal de 6,29 m)”, comentou.

Descendente de alemães, mora numa cidade de fortes características germânicas, começando pelo nome de São Ludgero, dado em homenagem a um santo guerreiro da região de Ultrech.

“A Andriele tem treinado bem, não parou em nenhum momento. Ela se recuperou da lesão sofrida no ano passado no Pan-Americano de San José, na Costa Rica”, lembrou o treinador Jemerson Fernandes. “Moramos numa cidade bem pequena, sem grandes problemas com a COVID-19.”

Entre os objetivos fixados pelo técnico está o de terminar a temporada entre as três primeiras colocadas no ranking brasileiro adulto e tentar uma medalha no Troféu Brasil Caixa de Atletismo, marcado para dezembro.

No ano passado, Andriele conquistou a medalha de ouro no Brasileiro Sub-20, em Bragança Paulista, com 6,15 m (0.3), e no Sul-Americano de Cáli, na Colômbia, com 6,29 m (0.4). Com essa marca, ficou na liderança nos rankings brasileiros sub-20 e sub-23, além do quarto lugar entre as adultas.

Foto: Wagner Carmo/CBAt

Nenhum comentário:

Postar um comentário