Técnico dos Estados Unidos revela preocupação com choque de datas entre NBA e Jogos Olímpicos - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Técnico dos Estados Unidos revela preocupação com choque de datas entre NBA e Jogos Olímpicos

Compartilhe

Durante uma conferência de imprensa sobre o reinício da Liga Americana de Basquete (NBA), Gregg Popovich, treinador da seleção estadunidense, disse estar confiante de que as Olimpíadas acontecerão no próximo ano, mas sugeriu que a montagem de um time enquanto a NBA estava sendo disputada "seria mais difícil".

Historicamente, a seleção dos Estados Unidos forma o chamado "Dream Team", com grandes astros da Liga. Com a pandemia de Covid-19, porém, a temporada de 2019-20 terá seu término mais tarde que o esperado - o que também levou a temporada 20-21 a ter seu início transferido para dezembro. Caso o formato de 82 jogos mais play-offs seja mantido, o calendário da NBA poderia se chocar com a dos Olimpíadas, o que afastaria os jogadores mais importantes de uma participação em Tóquio. 


O treinador de 71 anos, que também lidera o San Antonio Spurs, assumiu o comando da seleção nacional de basquete masculino após as Olimpíadas do Rio 2016 e comandou o time na Copa do Mundo do ano passado, na China, quando terminou em uma decepcionante sétima colocação. Na ocasião, inúmeros jogadores de alto nível desistiram de jogar, com apenas quatro da lista de 35 jogadores em potencial, formada em 2018, efetivamente entrando em quadra no torneio.

Com Popovich no comando, os Estados Unidos buscarão seu quarto título olímpico consecutivo em Tóquio, tendo conquistado ouro em Pequim 2008, em Londres 2012 e na Rio 2016. O país tem 15 ouros olímpicos no basquete masculino, recorde absoluto.

Surte +: FIBA descongela calendário e permite retorno de competições internacionais

Foto: Reprodução/USAB

Nenhum comentário:

Postar um comentário