Nome histórico do atletismo queniano, Ben Jipcho morre aos 77 anos - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Nome histórico do atletismo queniano, Ben Jipcho morre aos 77 anos

Compartilhe

O lendário corredor queniano Ben Jipcho morreu nesta sexta (24) aos 77 anos. Medalhista de prata olímpico na corrida de obstáculos de 3.000 metros masculina nos Jogos Olímpicos de Munique em 1972, Jipcho faleceu em Eldoret, no Quênia, por falência múltipla dos órgãos.

Jipcho é talvez mais famoso por uma corrida em que terminou em 10º do que em qualquer uma de suas medalhas. Durante a final olímpica de 1.500m nos Jogos da ​​Cidade do México, em 1968, ele fez duas primeiras voltas com muita força para ajudar o compatriota Kipchoge Keino a vencer o americano Jim Ryun, sacrificando suas próprias chances no processo. Essa prática é conhecida como "coelho" e se tornou bem comum nas provas de média e longa distância no atletismo desde então.

Keino também foi o homem que terminou à frente de Jipcho na final olímpica de 1972, na prova dos 3.000m com obstáculos. Nos Jogos da Commonwealth de Christchurch em 1974, Jipcho venceu a corrida de obstáculos de 3.000m e os 5.000m, ambas com tempos que foram recordes dos Jogos.

"Estamos tristes com a perda de Jipcho, pioneiro do atletismo no Quênia", disse o presidente do Comitê Olímpico Nacional do Quênia, Paul Tergat. "Minhas sinceras condolências à sua família e aos quenianos em geral."

A World Athletics, entidade que gerencia o atletismo mundial, também expressou sua tristeza com a notícia.



"A World Athletics está profundamente triste com a notícia de que o medalhista olímpico de prata Ben Jipcho, um pioneiro corredor queniano de média distância, morreu na sexta-feira", lamentou a Federação Internacional de Atletismo nas redes sociais.

Surte + COI é criticado por publicar vídeo dos Jogos de 1936 e pede desculpas

Foto: Reprodução Facebook/State House of Kenya

Nenhum comentário:

Postar um comentário