Japão considera relaxar restrições de viagens para facilitar entrada de atletas estrangeiros durante os Jogos Olímpicos - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Japão considera relaxar restrições de viagens para facilitar entrada de atletas estrangeiros durante os Jogos Olímpicos

Compartilhe

O Japão deve relaxar suas restrições de viagens para que atletas estrangeiros e envolvidos com os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio possam entrar no país sem maiores problemas no próximo ano, mesmo que a pandemia não esteja controlada até lá.

De acordo com a agência japonesa Kyodo News, a ideia do governo é implementar um sistema especial que permita a entrada dos esportistas e das comissões técnicas no Japão de forma tranquila, caso ainda não seja possível retirar as proibições de viagens para todos os viajantes em julho do ano que vem.

O assunto será discutido com mais detalhes em uma reunião em setembro, que envolverá o governo central japonês, o Comitê Organizador de Tóquio-2020 e o governo metropolitano de Tóquio. A divisão econômica da Secretaria de Segurança Nacional, uma unidade de coordenação das políticas diplomáticas e de segurança do Japão, supervisionará o debate.

Desde fevereiro, quando os primeiros casos de coronavírus foram registrados em seu território e nos países vizinhos, o Japão tem mantido uma rígida política quanto à entrada de visitantes estrangeiros. Até o momento, 129 países estão momentaneamente "banidos" de realizar voos para o país asiático, incluindo o Brasil.

Cerca de 11 mil atletas de mais de 200 países e regiões são esperados para os Jogos Olímpicos. Vale lembrar que o megaevento foi adiado em um ano por conta da crise sanitária global. A Olimpíada está marcada para ocorrer entre 23 de julho e 8 de agosto de 2021, sendo sucedida pela Paralimpíada, prevista para 24 de agosto a 5 de setembro de 2021.

Ainda de acordo com a Kyodo, mesmo se o esquema especial entrar em vigor no ano que vem, os atletas provavelmente serão obrigados a comprovar que não estão infectados pelo coronavírus, realizando testes para identificação do vírus, com certa frequência, inclusive antes e depois de viajarem para o Japão. A limitação do contato com as pessoas durante a estadia em solo japonês também foi apontada como uma possível condição para a entrada no país.

A flexibilização às regras de viagens é mais uma prova de que os organizadores estão se adequando ao padrão do "novo normal" imposto pela pandemia. COI (Comitê Olímpico Internacional) e Comitê Organizador de Tóquio-2020 já listaram uma série de itens a serem simplificados e reduzidos durante os Jogos como forma de evitar o cancelamento do megaevento.


Foto: Charlle Triballeau/AFP

Nenhum comentário:

Postar um comentário