Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados - Esgrima - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Guia dos Sistemas Qualificatórios Olímpicos Atualizados - Esgrima

Compartilhe

Atualizado em 04/05/2021, às 13:35

Status: Completo.

Eventos/Vagas: 12 eventos (6 masculinos e seis femininos) com cerca de 212 atletas.
  • Espada: individual e por equipes, masculino e feminino
  • Florete: individual e por equipes, masculino e feminino
  • Sabre: individual e por equipes, masculino e feminino

Sistema qualificatório

Basicamente, a qualificação olímpica da esgrima advém dos rankings internacionais. A contagem das pontuações foi iniciada em 3 de abril de 2019 e deveria ser encerrada em 4 de abril de 2020, mas foi congelada às vésperas, restando apenas poucos eventos a serem disputados (no caso do florete por equipes, já não havia mais competições). O ranking foi retomado no início do ano e fechado em abril de 2021.

Em cada uma das disciplinas, haverá oito equipes (a princípio, pode variar caso o Japão opte por entrar com um time em alguma arma). As quatro primeiras colocadas do ranking se classificarão, assim como as quatro melhores equipes seguintes de cada zona (África, América, Ásia-Oceania e Europa). Uma equipe é composta por três esgrimistas, que terão o direito de participar do torneio individual.

Além dos 24 atletas que virão das equipes, cada arma tem seis atletas garantidos no torneio individual por meio do ranking mundial: os dois melhores da Europa e da Ásia-Oceania e um da África e outro das Américas. Houve ainda um torneio pré-olímpico para cada uma das zonas, que deu aos vencedores um lugar na Olimpíada. Apenas atletas de países que ainda não estiverem classificados na arma específica participaram do evento. O país-sede tem direito a oito vagas, distribuídas entre equipes ou disputas individuais.

Brasil

Campeã mundial e bronze no Pan de Lima, Nathalie Moellhausen está com a vaga olímpica das Américas garantida (Wander Roberto/COB)

Depois de campanhas históricas na Rio-2016, quando chegaram até as quartas-de-final, Nathalie Moellhausen e Guilherme Toldo se classificaram para os Jogos de Tóquio como melhores representantes da América em suas classes que não estavam garantidos na prova por equipes. Nathalie é a atual campeã mundial da espada e chegou a ter a vaga garantida matematicamente antes da pandemia, estando em segundo lugar no ranking mundial. Já Toldo era o melhor atleta do continente ainda não classificado no florete masculino e também carimbou seu passaporte.

Países classificados

Espada masculino (equipes): França, Itália, Ucrânia e Suíça (Líderes do ranking mundial); Coreia do Sul (Ásia); China (Realocação da vaga da África); Estados Unidos (América); e Comitê Olímpico da Rússia (Europa) + Japão (país-sede).

Espada masculino (individual)3 representantes de cada equipe classificada + Coreia do Sul (Ranking da Ásia); Marrocos (Ranking da África); Venezuela (Ranking das Américas)Hungria e Países Baixos (Ranking da Europa); Quirguistão (Pré-Olímpico da Ásia); Egito (Pré-Olímpico da África); Canadá (Pré-Olímpico das Américas); e República Tcheca (Pré-Olímpico da Europa).

Florete masculino (equipes): Estados Unidos, França, Itália e Comitê Olímpico da Rússia (Líderes do ranking mundial); Hong Kong (Ásia); Egito (África); Canadá (América); e Alemanha (Europa) + Japão (país-sede).

Florete masculino (individual): 3 representantes de cada equipe classificada + Cazaquistão (Ranking da Ásia); Tunísia (Ranking da África); Brasil (Guilherme Toldo - Ranking das Américas); Grã-Bretanha e Espanha (Ranking da Europa); China (Pré-Olímpico da Ásia); Argélia (Pré-Olímpico da África); México (Pré-Olímpico das Américas); e República Tcheca (Pré-Olímpico da Europa).

Guilherme Toldo chegou às quartas-de-final na Rio 2016 (Foto: Kirill Kudryavtsev/AFP)

Sabre masculino (equipes): Coreia do Sul, Hungria, Itália e Alemanha (Líderes do ranking mundial); Irã (Ásia); Egito (Ranking da África); Estados Unidos (América); e Comitê Olímpico da Rússia (Europa) + Japão (país-sede).

Sabre masculino (individual)3 representantes de cada equipe classificada + China (Ranking da Ásia); Tunísia (Ranking da África); Canadá (Ranking das Américas)França e Geórgia (Ranking da Europa); Uzbequistão (Pré-Olímpico da Ásia); Argélia (Pré-Olímpico da África); Venezuela (Pré-Olímpico das Américas); e Romênia (Pré-Olímpico da Europa).

Espada feminino (equipes): China, Polônia, Comitê Olímpico da Rússia e Coreia do Sul (Líderes do ranking mundial); Hong Kong (Ásia); Estônia (Realocação da vaga da África); Estados Unidos (América); e Itália (Europa).

Espada feminino (individual)3 representantes de cada equipe classificada + Japão e Uzbequistão (Ranking da Ásia); Tunísia (Ranking da África); Brasil (Nathalie Moulhaussen - Ranking das Américas)Romênia e França (Ranking da Europa); Singapura (Pré-Olímpico da Ásia); Senegal (Pré-Olímpico da África); Peru (Pré-Olímpico das Américas); e Ucrânia (Pré-Olímpico da Europa).

Florete feminino (equipes): Comitê Olímpico da Rússia, Itália, França e Estados Unidos (Líderes do ranking mundial); Japão (Ásia); Egito (África); Canadá (América); e Hungria (Europa).

Florete feminino (individual): 3 representantes de cada equipe classificada + Coreia do Sul e China (Ranking da Ásia); Tunísia (Ranking da África); Colômbia (Ranking das Américas); Alemanha e Turquia (Ranking da Europa); Singapura (Pré-Olímpico da Ásia); Argélia (Pré-Olímpico da África); Chile (Pré-Olímpico das Américas); e Polônia (Pré-Olímpico da Europa).

Sabre feminino (equipes): Comitê Olímpico da Rússia, Itália, França e Coreia do Sul (Líderes do ranking mundial); China (Ásia); Tunísia (Ranking da África); Estados Unidos (América); e Hungria (Europa) + Japão (país-sede).

Sabre feminino (individual)3 representantes de cada equipe classificada + Índia (Ranking da Ásia); Egito (Ranking da África); Canadá (Ranking das Américas); Grécia e Ucrânia (Ranking da Europa); Uzbequistão (Pré-Olímpico da Ásia); Argélia (Pré-Olímpico da África); Argentina (Pré-Olímpico das Américas); e Azerbaijão (Pré-Olímpico da Europa).

Nenhum comentário:

Postar um comentário