Federação Internacional de Ginástica promove torneio virtual de parkour - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Federação Internacional de Ginástica promove torneio virtual de parkour

Compartilhe

Enquanto as principais competições da ginástica estão paralisadas devido à pandemia de Covid-19, a Federação Internacional da modalidade (FIG) apostou em uma competição virtual de parkour, esporte que desde 2018 está sob tutela da entidade. 

O torneio da disciplina freestyle está sendo realizado em parceria com a Fise, organização que promove diversos eventos de esportes radicais, incluindo a Copa do Mundo de Parkour da própria FIG. Somente esportistas com uma licença da FIG e com a aprovação de sua federação nacional podem participar do evento. 

Para competir, os atletas devem enviar um vídeo de até um minuto realizando movimentos típicos do parkour. As gravações ficam disponíveis em uma plataforma online, que permite que os clipes sejam compartilhados e votados pelo público.


Após o período de inscrição, cada vídeo passará pela análise de um corpo de juízes, que levarão em consideração aspectos como execução, dificuldade e agilidade. Essa avaliação representa metade da nota do atleta, com a votação do público atribuindo o restante dos pontos. Os oito melhores de cada categoria (masculina e feminina) avançarão a final, na qual deverão enviar um novo vídeo para concorrerem ao título. Após o mesmo processo de julgamento, os campeões de cada naipe serão conhecidos no dia 02 de setembro.

O parkour está ligado à Federação Internacional de Ginástica desde o congresso da entidade em dezembro de 2018, como tentativa de aproximar o esporte de um público mais jovem e urbano. Desde então, a FIG tem realizado eventos para promover o esporte pelo mundo. Em 2019, foi lançada a primeira Copa do Mundo da modalidade. Já a edição inaugural do Mundial de Parkour, que ocorreria em Hiroshima, no Japão, no início desse ano, acabou adiada para 2021 devido à pandemia de Covid-19. 

O presidente da FIG, Morinari Watanabe, chegou a propor a inclusão do parkour como uma disciplina adicional para os Jogos Olímpicos de Paris 2024. O programa final dos Jogos será divulgado em dezembro.

A entrada da modalidade ao rol das ginásticas gerou diversas críticas, como as feitas pela vice-presidente da FIG, Nellie Kim, há algumas semanas. Segundo ela, a inclusão do parkour faria com que a ginástica "perdesse sua identidade".

Surte + “Olimpíada dos Sonhos” - Nathalie Moellhausen leva ouro e judô brasileiro tem 100% de aproveitamento no primeiro dia

Foto: Reprodução Vídeo/FISE/Alan Oswaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário