CBTM comunica o cancelamento do ranking nacional 2020 e suspensão das competições até o final de setembro - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

CBTM comunica o cancelamento do ranking nacional 2020 e suspensão das competições até o final de setembro

Compartilhe

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM), comunicou, na segunda-feira (27) o cancelamento do ranking nacional 2020. Além disso, todas as competições do calendário estão suspensas até o final de setembro, em razão da pandemia de Covid-19. Um novo calendário alternativo será proposto pela entidade, com torneios regionalizados, respeitando os níveis de segurança.

O cancelamento do ranking acontece por conta da impossibilidade de equilíbrio hegemônico no país, com estados vivendo diferentes níveis de restrição para a realização de torneios em muitas regiões. Assim, os atletas não teriam condições de igualdade nesta disputa.

De acordo com levantamento feito pela área técnica da CBTM, nenhuma das 22 Unidades da Federação que contam com entidades filiadas ao sistema do tênis de mesa nacional tem, até o momento, autorização para a realização de torneios em ambientes fechados, sendo que algumas estão mais próximas desta fase. Alguns destes locais não têm autorização sequer para treinamentos.

Com o calendário suspenso até o final de setembro, estão cancelados todos os eventos TMB Challenge e TMB Challenge Plus, além de uma etapa do TMB Platinum – Copa Brasil. O foco passa a ser a realização do TMB Platinum – Campeonato Brasileiro, em dezembro, com adequações necessárias, inclusive na dimensão e extensão do torneio, e respeitando todos os protocolos de segurança.

Em paralelo a isso, um novo calendário de competições deverá ser proposto para os meses de outubro e novembro, com eventos menores e regionalizados, dependendo de regressão dos atuais níveis da doença no país. Já os torneios TMB Estaduais são de inteira responsabilidade das Federações Estaduais, que devem estabelecer diálogo formal com as autoridades de saúde locais, respeitando suas determinações.

A definição e a validade dos resultados de 2020 para o benefício do Programa Bolsa Atleta dependem de decisão do Ministério da Cidadania. A entidade tem mantido contato com o Governo Federal para buscar a melhor solução possível em prol dos atletas. Da mesma forma, a entidade estuda formas de compensação nas próximas temporadas para os atletas que pagaram taxas no início de 2020, de forma que ninguém seja predicado.

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário