Brasil segue na liderança do ranking mundial de vôlei masculino e aparece em terceiro no feminino - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Brasil segue na liderança do ranking mundial de vôlei masculino e aparece em terceiro no feminino

Compartilhe

A Federação Internacional de Vôlei (FIVB) divulgou, nesta sexta-feira, uma atualização dos rankings de seleções seniores e das categorias de base. Entre os rankings principais, não houve mudança nas colocações das equipes brasileiras: o masculino segue na liderança, enquanto o feminino é o terceiro colocado.

Entre os homens, o Brasil aparece na primeira colocação com 427 pontos, com uma boa vantagem sobre a atual campeã mundial, a Polônia, que aparece no segundo lugar com 384. Os Estados Unidos estão em terceiro, com 365. Rússia e Argentina fecham o top-5, com 317 e 291 pontos, respectivamente.

Com as mulheres, a seleção brasileira é a terceira colocada, com 328 pontos, atrás somente da atual campeã olímpica, a China, que tem 391, e dos Estados Unidos, com 382. Atrás do Brasil, está a Itália, com 300 pontos, e a Turquia, com 285, que ganhou uma posição em relação ao ranking anterior, ultrapassando a Sérvia.

Cabe ressaltar que a FIVB mudou o sistema de pontuação dos rankings em fevereiro deste ano. A partir de agora, todos os jogos internacionais valem pontos, independentemente da competição em que sejam disputados. O novo método também dá bônus para as equipes que vencem seleções com melhor ranqueamento no ranking, dando margem para os "azarões"

As seleções brasileiras também se encontram em boas colocações nos rankings das divisões de base. Entre os homens, o Brasil aparece na segunda colocação do ranking sub-21, atrás somente do Irã, e está na sétima posição do ranking sub-19, a 67 pontos atrás da líder Itália. Enquanto o sub-21 foi bronze no Mundial da categoria, realizado no último ano, o sub-19 foi apenas o nono colocado.

A situação é parecida com o feminino. A seleção sub-20 caiu duas posições em relação à atualização anterior (datada de janeiro de 2019) e agora é a sexta colocada do ranking. No sub-18, as meninas brasileiras deram um salto de seis colocações e estão no terceiro lugar. As posições das duas equipes equivalem às respectivas colocações das equipes nos Campeonatos Mundiais de suas categorias, também realizados no ano passado. 

Surte + Técnicos e CBV entram em consenso e seleções brasileiras de vôlei não treinarão e nem jogarão em 2020

Foto: Divulgação/FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário