Atletas da NHL podem voltar aos Jogos Olímpicos após ausência em 2018 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Atletas da NHL podem voltar aos Jogos Olímpicos após ausência em 2018

Compartilhe

Depois de não participarem dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018 em Pyeongchang, a Liga Norte-Americana de Hóquei no Gelo (NHL) poderá permitir que os seus jogadores atuem nas Olimpíadas de 2022 e 2026. 

De acordo com o jornalista canadense Pierre LeBrun, especialista em hóquei no gelo, um acordo de negociação coletiva proposto pela NHL e pela Associação de Jogadores da Liga (NHLPA) faria com que os atletas da liga estivessme aptos a participar dos próximos dois Jogos Olímpicos.
"Se a NHL e a NHLPA finalizarem os acordos, e se os jogadores ratificarem e estiverem sujeitos a negociar com o COI, parece que a extensão proposta do Acordo Coletivo de Trabalho (Collective Bargaining Agreement - CBA) inclui o retorno da NHL à participação olímpica, cobrindo 2022 e 2026", escreveu LeBrun em post em seu Twitter na última quarta-feira (01).

Além do pagamento de seguro dos atletas, que custou ao Comitê Olímpico Internacional (COI) sete milhões de dólares nos Jogos de Sóchi 2014 e que foi o principal ponto que afastou os atletas da NHL de PyeongChang, há outras questões envolvidas, como a permissão da Liga em usar usar imagens dos Jogos em seu próprio conteúdo promocional de hóquei e quanto tempo duraria a interrupção da temporada.

Nas Olimpíadas de 2018, a seleção norte-americana masculina foi eliminada nas quartas-de-final, enquanto a canadense conquistou o bronze. Ambos os países não contaram com os atletas da NHL.

Surte +: Curling tem sistema de qualificação completo para Pequim 2022 revelado

Foto: Jae C. Hong/AP Photo

Nenhum comentário:

Postar um comentário