Armador Georginho é eleito o MVP do NBB 2019/20 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Armador Georginho é eleito o MVP do NBB 2019/20

Compartilhe


A Liga Nacional de Basquete fez, na última sexta-feira (10), de foma online, a premiação dos melhores jogadores da temporada 2019/2020 do NBB, que foi encerrada sem um campeão com a chegada da pandemia do coronavírus. O armador Georginho, do São Paulo, foi o grande vencedor da noite, conquistando o Troféu Wlamir Marques de melhor jogador do campeonato (MVP), com médias de 15,5 pontos, 8,7 rebotes e 7,5 assistência pelo São Paulo durante a temporada 2019/20. 

Aos 24 anos, Georginho foi o atleta mais jovem a ganhar o prêmio. Ele também foi premiado como o atleta que mais evoluiu no ano, o armador da temporada, líder em rebotes e de maior eficiência. Nunca antes um atleta havia saído de uma Festa dos Melhores do NBB com cinco troféus.

Anteriormente, Murilo Becker (2011/2012) e Marcelinho Machado (2008/2009) haviam faturado quatro prêmios nas respectivas temporadas. Por isso, o feito do jovem armador do São Paulo foi ainda mais expressivo, mesmo com o campeonato encerrado pela pandemia.

“Os últimos três anos da minha vida foram bem agitados. Tive uma dificuldade de me consolidar como jogador profissional. Ganhei o prêmio de Jogador Que Mais Evoluiu na temporada 2016/2017, mas os dois anos seguintes foram decepcionantes para mim porque eu esperava manter aquela evolução e não consegui. Por muito tempo eu desacreditei do meu potencial, e essa temporada no São Paulo me fez dar a volta por cima", declarou o jogador.

"Hoje dá para ter noção de tudo o que eu conquistei profissionalmente e pessoalmente. Fiquei muito ansioso por esse prêmio e agora eu só tenho a agradecer à minha família, meus amigos, companheiros de time, comissão técnica, e a todos que apoiaram e até mesmo aqueles que duvidaram de mim”, completou.

Georginho também parte do quinteto ideal, ao lado de Marquinhos (Flamengo), André Góes (Mogi), Devon Scott (Minas) e Rafael Hettsheimeir (Franca). Já como melhor defensor do ano, Alex Garcia recebeu seu nono troféu. O jogador do Minas integrou a nova premiação do NBB, o de melhor equipe de defesa, ao lado de Henrique Coelho (Botafogo), Jimmy (Franca), Danilo Fuzaro (Minas) e Rafael Mineiro (Flamengo)

Dikembe, do Paulistano, ganhou o prêmio de melhor jogador jovem da competição. O pivô, de 20 anos, teve médias de 10,3 pontos e 7,8 rebotes (4º do NBB), além de ter sido o líder em enterradas da competição, com 1,7 por jogo. Guerrinha, do Mogi, ganhou o Prêmio Ary Vidal de melhor técnico do ano. Após sete indicações, esse foi o seu primeiro prêmio. Já Leandrinho, do Minas, ganhou o Troféu Oscar Schmidt, como o maior cestinha do campeonato com 20,1 pontos por jogo. 

Após terminar a temporada 2019/2020 sem vencedor, a LNB já definiu para novembro o início da temporada 2020/21 do NBB.

Foto: Rubens Chiri/Site oficial do São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário