Acusado de molestar menores, ginasta da seleção do Canadá é preso - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Acusado de molestar menores, ginasta da seleção do Canadá é preso

Compartilhe


O atleta de ginástica artística canadense Thierry Pellerin foi preso na última quinta-feira (02) sob a acusação de molestar dois menores de idade. Segundo a polícia local, as duas vítimas do ginasta tinham entre 10 e 12 anos, e seus crimes aconteceram entre 1º de setembro de 2019 e 9 de junho de 2020. 

Ele entrava em contato com os jovens nas redes sociais. A polícia afirmou ainda que a investigação começou no último mês, quando foi informada sobre um potencial caso de aliciamento de menores. Foram nove acusações contra Pellerin, que responde por crimes como aliciamento de menores, convite para toque sexual e pornografia infantil.

O ginasta, de 22 anos, pagou uma fiança de 1500 dólares na sexta e agora responde por seus crimes em liberdade condicional em Lévis, cidade do Canadá localizada na província de Quebec. Seu julgamento está marcado para o dia 11 de setembro. Durante esse período, o atleta está proibido de contatar as vítimas, de acessar a internet e de usar câmeras fotográficas ou de vídeo. 

Após conhecer as acusações decorrentes da investigação, a Gymnastics Canada - órgão máximo da ginástica canadense -, suspendeu provisoriamente a filiação de Pellerin como membro ativo enquanto aguardava o resultado dos procedimentos legais. A organização também declarou que o atleta não poderá participar de nenhuma atividade oficial ligada à entidade.

Em um comunicado à imprensa, a Gymnastics Canada indicou que não faria comentários até o processo judicial progredir. A entidade acrescentou que cooperará com a polícia nas investigações.

"A Gymnastics Canada cooperará com o Serviço Policial de Lévis e poderá implementar outras medidas ao passo que as informações estiverem disponíveis", afirmou o comunicado. "A GymCan continua comprometida com o bem-estar de todos os participantes de nossa programação e trabalharemos em estreita colaboração com a Gymnastics Quebec para fornecer serviços de apoio a atletas ou indivíduos afetados por essa situação."

Pellerin esteve na seleção canadense que disputou o Mundial de 2017 e competiu em diversas etapas da Copa do Mundo nos últimos anos, em busca da vaga olímpica individual. Especialista no cavalo com alças, o ginasta chegou a batizar com seu sobrenome um movimento exclusivo no aparelho, que apresentou no ano passado na etapa de Szombathely (Hungria) da Copa do Mundo Challenge.


Foto: Olivier Pontbriand/La Presse

Nenhum comentário:

Postar um comentário