SurtoLista - Laranja esmagada: 17 momentos em que o Brasil derrotou os Países Baixos nos Jogos Olímpicos - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

SurtoLista - Laranja esmagada: 17 momentos em que o Brasil derrotou os Países Baixos nos Jogos Olímpicos

Compartilhe

Confira na lista abaixo 17 momentos olímpicos em que o Brasil derrotou os representantes laranjas nos Jogos Olímpicos: seja em confrontos diretos com os Países Baixos, ou medalhas conquistadas pelo Brasil medalhas após quedas de alguns atletas do país europeu.

Da estreia do futebol brasileiro em Olimpíada à campanha do ouro no vôlei de praia masculino, passando por uma rivalidade forte no judô atual e a disputa do título de vôlei, seguem alguns dos momentos mais emblemáticos em Jogos Olímpicos:


1952 Futebol Masculino A primeira vitória direta do Brasil sobre os Países Baixos veio no futebol de Helsinque. Recém-traumatizados do Maracanazo, uma seleção canarinho participou pela primeira vez do futebol nos Jogos Olímpicos. O jogo de estreia do Brasil foi justamente contra os Países Baixos,, que haviam conquistado três medalhas de bronze, entre 1908 e 1920. 

Em Turku, o Brasil começou a campanha com alta expectativa de medalha ao vencer os Países Baixos por 5 a 1. Foram dois gols de “Cerebral” Larry Pinto, um de Humberto Tozzi, Jansen e Vavá. O Brasil foi derrotado pela Alemanha nas quartas-de-final.

Curiosamente foi a última participação laranja nas olimpíadas até o retorno solitário em Pequim.


1980 Vela (470 e Tornado) Não foram disputas diretas, mas o time laranja ficou perto do pódio nas duas disciplinas que deu os ouros ao brasil. No 470, Marcos Soares e Eduard Penico venceram e Hena van Gent e Jan Willem van den Holder enquanto foram 4º lugar; Já na classe tornado, Willem van Walt Meijer e Govert Bresser terminaram em 5º lugar enquanto Alexandre Welter e Lars Sigurd Bjorkstrom levaram o ouro.


1984 Judô Masculino 86kg Walter Carmona venceu Ben Spijkers, dos Países Baixos, nas quartas de final, a caminho de uma medalha de bronze. Foi o início de uma grande rivalidade entre os dois países nos matames. 



1992 Vôlei Masculino Foi um jogo histórico e o Brasil conquistou sua primeira medalha de ouro em esportes coletivos (apenas a nona na história) com uma vitória tranquila sobre a equipe laranja por 3 a 0. Os Países Baixos enfim venceriam seu título olímpico em 1996 derrotando a grande favorita Itália por 3 sets a 2. O Brasil ainda venceria os Países Baixos na fase de grupos de 2000 e 2004.


1992 Tênis - Individual Masculino O tênis não era tão badalado quanto é hoje, mas tinha muita gente boa participando sim, inclusive o número 1 Jim Courier (USA), que perdeu para o medalhista de ouro Marc Rosset (SUI). Jaime Oncins representou o Brasil e chegou até as quartas de final. A última vitória do brasileiro veio justamente diante de Mark Koevermans (NED) por 3 a 0. Ele caiu para o futuo medalhista de bronze, Andrei Cherkasov, nas quartas por 3 a 2.


1996 Hipismo - Saltos por Equipe O time dos Países Baixos não conseguiu defender o título de 1992 no salto por equipes, especialmente por conta de duas corridas ruins de Bert Romp, terminou em 7º e o Brasil conquistou sua primeira medalha na história da modalidade, um bronze.

COB/Divulgação
Foto: COB/Divulgação

1996 Judô Masculino 95kg Campão olímpico em 1988, Aurélio Miguel conquistou sua segunda medalha olímpica em uma vitória  sobre o neerlandês Ben Sonnemans, em Atlanta.


1996 Natação 100m livre masculino (Parte I) Depois de todo drama em Barcelona, Gustavo Borges foi bronze (49.02), sem tantas emoções fora da pista. Dentro das águas, o brasileiro ficou a frente da revelação Pieter van den Hoogenband, aos 18 anos, ficou com o quarto lugar (49.113), a frente de Fernando Scherzer (49.57). Doze anos depois, a história continua…



2000 Judô Feminino -63kg Filha do medalhista olímpico Chiaki Ishii, Vânia Ishii venceu o ouro nos Jogos Pan-Americanos de 1999 e era uma das esperanças de medalha em Sydney. Ela estreou com vitória diante de Daniëlle Vriezema (NED), mas caiu nas quartas de final e depois na final da repescagem, terminando em 7º lugar.

2000 Natação - 4x100m masculino Uma lambança laranja auxiliou o time brasileiro a conquista do bronze. Uma das grandes estrelas dos Jogos Olímpicos de Sydney era o neerlandês Pieter van den Hoogenband e o time dos Países Baixos era um dos favoritos ao título nos 4x100m livre contra os EUA e Austrália. No entanto, apesar de vencer a primeira parcial da manhã com 3:18.32, o time foi desqualificado por uma saída prematura de Dennis Rijnbeek na segunda troca. 

Enquanto EUA e Austrália protagonizaram uma das maiores batalhas daqueles Jogos, o Brasil conseguiu uma medalha de bronze em uma disputa feroz com Alemanha. Seria a última de um revezamento aquático do país na história das Olimpíadas. O Brasil só retornou a uma final de 4x100 em 2016. 


2000 Vela (Laser) - Na disputa pelo bicampeonato olímpico da Laser, Robert Scheidt teve que se contentar com a prata, mas ao menos ficou a frente do neerlandês Serge Kats, que terminou em quarto lugar, a um grau do pódio.

2008 Natação - 100m livre (Parte II) Lembra do jovem Pieter van den Hoogenband em Atlanta? Depois de três ouros e sete medalhas entre Sydney e Atenas, o nadador já tinha 30 anos e se preparava para a despedida das piscinas. Ele chegou pela quarta vez consecutiva na final dos 100m livre, um feito histórico. No que seria sua última participação olímpica, ele chegou a bater o recorde nacional com 47.68, classificando-se em terceiro, mas fez 47.75 na final, terminou em quinto lugar… atrás de César Cielo e Jason Lezak que dividiram o bronze com 47.67.

Tiago Camilo na disputa do bronze em Pequim. Foto: Ricardo Duarte
Tiago Camilo na disputa do bronze em Pequim. Foto: Ricardo Duarte

2008 Judô Masculino -81kg Tiago Camilo, medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Sydney, conseguiu sua segunda medalha olímpica em Pequim vencendo o neerlandês Guillaume Egmont na disputa. 


2012 Judô  Feminino -78kg Após perder na semifinal para a arquirival norte-americana Kayla Harrison, Mayra Aguiar conquistou sua primeira medalha olímpica em luta de bronze contra Marhind Verkerk, campeã mundial em 2009. 

Foto: KIM KYUNG-HOON/Reuters
Foto: KIM KYUNG-HOON/Reuters

2012 Vôlei de Praia Feminino Juliana e Larissa vencem por 2 a 0 a dupla neerlandesa de Meppelink e van Gestel nas oitavas, a caminho de uma medalha de bronze.


2012 Judô Masculino +100kg  Rafael “Baby” Silva conquistou seu primeiro bronze olímpico em Londres. Ele foi para disputa do bronze ao derrotar o neerlandês Roy Meyer na repescagem.


2016 Vôlei de Praia Masculino Em disputa entre os principais cabeças de chave do torneio, Alison e Bruno Schmidt venceram a dupla neerlandesa composta por Brouwer e Meeuwsen, campeões mundiais em 2013. Na semifinal do Rio, deu Brasil por 2 sets a 1 contra Países Baixos, e os brasileiros foram rumo a caminho do ouro. Já a dupla neerlandesa ficou com o bronze.

Foto principal: REUTERS/Pilar Olivares

Nenhum comentário:

Postar um comentário