Organizadores anunciam "Jogos da Inspiração" para substituir etapa de Zurique da Diamond League - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Organizadores anunciam "Jogos da Inspiração" para substituir etapa de Zurique da Diamond League

Compartilhe

Com a impossibilidade da realização da etapa de Zurique da Diamond League nesta temporada, por conta da pandemia do coronavírus, os organizadores da competição decidiram inovar e criaram um novo evento, em formato alternativo para substitui-la.

Os "Jogos da Inspiração" acontecerão em 9 de julho e contarão com a presença de 30 atletas, de oito disciplinas, competindo à distância, de sete estádios em três diferentes continentes, ainda como consequência das restrições de viagens internacionais impostas pela Covid-19. Será uma disputa entre três times: Estados Unidos, Europa, e Resto do Mundo.

Uma das atrações principais será os 150m rasos feminino, que reunirá a bahamense Shaunae Miller-Uibo, campeã olímpica nos 400m; a americana Allyson Felix, seis vezes medalha de ouro em Olimpíadas; e a suíça Mujinga Kambundi, medalhista de bronze nos 200m do último Mundial. As duas primeiras competirão dos Estados Unidos, enquanto Kambundi estará em casa, em Zurique.

"O evento de alto nível de Zurique sempre ocupa um lugar especial no meu coração, por isso é lamentável que não haja uma final da Diamond League este ano, mas é claro que a segurança é uma prioridade. Felizmente, este novo formato será um pouco divertido para os fãs, em um momento muito difícil para todos", destacou Allyson Felix, dona de 12 medalhas de ouro em Mundiais.

Diversos outros medalhistas mundiais e olímpicos estarão no evento. Nas 100 jardas, o canadense Andre de Grasse, atual vice campeão olímpico e mundial nos 200m rasos, protagonizará um duelo de alto nível com o francês Jimmy Vicault, bronze em Londres-2012, e com o jamaicano Omar McLeod, campeão olímpico nos 110m com barreiras.

A campeã olímpica no salto com vara Katerina Stefanidi, da Grécia, o campeão mundial nos 200m Noah Lyles, dos Estados Unidos, e seu compatriota Christian Taylor, tetracampeão mundial e bi olímpico no salto triplo, são outros nomes confirmados.

Inspirando a nova geração

A ideia de organizar um evento remoto de tamanho porte surgiu depois do sucesso do OneMillionRun, ocorrido no final de maio e que reuniu simbolicamente 80 mil pessoas para correr a marca 1 milhão de quilômetros. O desafio foi cumprido pelos participantes em 48 horas e arrecadou cerca de 1 milhão de francos suíços (R$ 5,1 milhões), que serão destinados ao desenvolvimento dos atletas de base na Suíça.

Além dos organizadores suíços, os Jogos da Inspiração contam com cooperação da World Athletics, de uma empresa de broadcasting internacional e da Swiss Timing, responsável pela medição dos tempos. A competição terá transmissão para todo o mundo, mas de acordo com os organizadores, "o objetivo não é apenas fornecer esporte ao vivo para os fãs de atletismo em todo o mundo, mas também inspirar a próxima geração", seguindo os passos do OneMillionRun.

A tradicional etapa de Zurique seria a competição final da temporada da Diamond League. No entanto, dadas as dificuldades geradas pela crise sanitária global, a Diamond League decidiu não realizar a temporada atual no tradicional formato e, por isso, não haverá uma etapa final, com campeões. Todos os eventos  este ano acontecerão de forma independente e em formatos alternativos.

O norueguês Karsten Warholm tentará bater o recorde mundial dos 300m nos Jogos Impossíveis (Reprodução/DL)

A Diamond League divulgou seu calendário no mês passado, com 11 eventos sendo realizados em um período de 60 dias, de agosto a outubro. Uma primeira competição já está programada para esta semana, na quinta-feira. Oslo, na Noruega, receberá os Jogos Impossíveis, desenvolvidos pelos mesmos organizadores da Diamond League.

Nos Jogos Impossíveis, grandes nomes do atletismo escandinávico estarão presentes, como o recordista mundial no salto com vara, Armand Duplantis, da Suécia, o campeão olímpico em Londres-2012, Renaud Lavillenie, da França, o bicampeão mundial nos 400m com barreiras Karsten Warholm, da Noruega, e o campeão mundial no lançamento de disco, Daniel Stahl, também da Suécia.

Foto: Divulgação/DL

Nenhum comentário:

Postar um comentário