Medalhista olímpico no badminton, Viktor Axelsen alerta para "retomada ambiciosa" da modalidade - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Medalhista olímpico no badminton, Viktor Axelsen alerta para "retomada ambiciosa" da modalidade

Compartilhe

Medalhista de bronze durante dos Jogos Olímpicos Rio 2016, o jogador dinamarquês de badminton, Viktor Axelsen alertou os atletas para uma possível "retomada ambiciosa" da modalidade em eventos internacionais. O atleta pediu "cautela" aos colegas do esporte, devido a remarcação de 22 torneios para o segundo semestre deste ano. 

No mês passado a Federação Mundial de Badminton (BWF) lançou o calendário reorganizando uma série de eventos de "primeiro escalão" que haviam sido adiados por causa da pandemia de coronavírus. A retomada acontecerá no Taipei Open, no dia 1º de setembro. 

Mas Axelsen criticou o excesso de torneios em um curto espaço de tempo, podendo causar lesões nos atletas devido a falta de preparo físico que deverão enfrentar no retorno às disputas. 

"É um plano extremamente ambicioso, 22 torneios foram planejados em tão pouco tempo", disse Axelsen, de acordo com o que foi noticiado pelo canal de televisão indiano WION .

"Os jogadores terão que ser muito cautelosos, pois o risco de lesão será alto. Espero que eles pensem muito antes de planejar sua programação, porque jogar muitos torneios consecutivos é realmente difícil para o corpo", relatou o atleta. "Não sei o que é certo, mas tenho que ter muito cuidado com o meu corpo".

Axelsen ainda revelou durante sua entrevista, uma grande preocupação com as restrições de viagens internacionais que vigoram na maioria dos países, impostas para evitarem um novo surto da doença. 

"Esperamos que, até setembro, algumas das restrições internacionais de viagens sejam relaxadas. Se não for esse o caso, será muito difícil para os jogadores viajarem para eventos em todo o mundo", ressaltou. "Temos que esperar e ver o que acontece, só estou mantendo meus dedos cruzados". 

A pandemia forçou o reagendamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 para 23 de julho e 8 de agosto de 2021. E isso causou grande frustração para o atleta, que busca uma nova medalha. Recuperado da decepção, Axelsen concentra-se no novo desafio. 

"É uma pena que os Jogos tenham que ser adiados", disse ele. "O ideal seria que as Olimpíadas de 2020 ocorressem de fato em 2020. No entanto, foi a coisa certa adiar o evento, pois a crise está longe de terminar e não havia outra opção disponível".

"Neste momento, estou apenas usando toda a minha energia para me preparar para as Olimpíadas de 2021. Ainda há um ano para os Jogos e haverá vários torneios antes deste que será o evento principal. Atualmente, estou trabalhando para voltar à forma e estar pronto para quando as coisas começarem a funcionar", concluiu Axelsen.

Foto: AFP

Nenhum comentário:

Postar um comentário