Leander Paes: "Se as Olimpíadas de 2021 forem canceladas, não vou esperar por 2024 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Leander Paes: "Se as Olimpíadas de 2021 forem canceladas, não vou esperar por 2024

Compartilhe

Aos 46 anos, Leander Paes desafia o tempo dentro do esporte e segue em atividade no tênis. Após o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021, o atleta indiano decidiu estender sua carreira por mais um ano, motivado pela tentativa de classificação para sua oitava Olimpíada. O amor por este evento vem de família. 

Um ano antes de Leander nascer, seus pais estavam disputando os Jogos Olímpicos de Munique, na Alemanha, em 1972. Entretanto, o tenista que faturou a medalha de bronze em simples, nas Olimpíadas de Atlanta 1996, afirmou em live no Instagram, no último final de semana, que, caso o evento seja cancelado definitivamente, não vai estender a carreira até 2024, para disputar os Jogos de Paris. 

"Se as Olimpíadas de Tóquio forem canceladas, eu já joguei minhas últimas Olimpíadas no Rio. Não vou esperar pelas próximas Olimpíadas", disparou. 

Relembrando a carreira

O último título de Grand Slam de Leander Paes em duplas masculina aconteceu no US Open de 2013, ao lado do tcheco Radek Stepanek. Em duplas mistas, completou um Career Slam ao lado da suíça Martina Hingis ao vencer o Australian Open, Wimbledon e US Open em 2015 e Roland Garros em 2016, sendo este seu último título de Major. 

Leander também conquistou títulos de Majors ao lado da lendária tenista russa Martina Navratilova. Juntos eles venceram um Australian Open e um Torneio de Wimbledon, ambos em 2003.

Ao ser perguntado sobre qual seria sua melhor parceira, Leander elegeu Hingis por uma pequena margem. 

"Hingis elogiou meu estilo e eu pude jogar meu jogo natural ao lado dela. Ela permitiu que eu fosse o líder e eu poderia simplesmente assumir o controle da rede. A Navratilova, por outro lado, sempre me guiou. Ela era a líder do nosso time", completou. 

Durante a live que realizou no Instagram, Leander revelou o golpe que mais admirava em Mahesh Bhupathi e Rohan Bopanna, dois de seus maiores parceiros nas duplas. 

"Deus Mahesh tinha um backhand fulminante, era de classe mundial. Mas se eu tivesse que escolher entre os dois eu definitivamente iria para o saque de Rohan. O saque dele é um dos melhores que já vi no circuito. É uma arma", disse Leander.

Polêmica de Marion Bartoli e as duplas

Há duas semanas, a ex-tenista francesa Marion Bartoli, envolveu-se em polêmica após sugerir a redução na premiação dos torneios de duplas para aumentar em simples ou até mesmo extinguir o circuito das duplas na retomada do tênis após a pandemia. Durante a transmissão pela internet, Leander Paes respondeu a declaração da campeã de Wimbledon 2013. 

"Eu conheço Bartoli pessoalmente e não sei porque ela disse isso. Ela provavelmente não está ciente das lutas que um jogador de duplas enfrenta. Mas como ex-jogadora, foi muito pouco profissional da parte dela", concluiu. 

Foto: Keith Alisson/Wikipedia Commons

Nenhum comentário:

Postar um comentário