Coronavírus: Mundial Júnior de Escalada Esportiva é adiado para 2021 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Coronavírus: Mundial Júnior de Escalada Esportiva é adiado para 2021

Compartilhe

A Federação Internacional de Escalada Esportiva (IFSC) anunciou, em comunicado publicado no site oficial da entidade na última sexta-feira (29), o adiamento do Mundial Júnior do esporte para 2021.

Inicialmente, o evento ocorreria no final de agosto deste ano, entre os dias 23 e 31, em Voronezh, na Rússia. Porém, com a pandemia de COVID-19 ainda presente, os organizadores preferiram transferir o Mundial para o ano que vem, com datas ainda a serem confirmadas.

O presidente da Federação Russa de Escalada (CFR), Dmitry Bychkov, indicou seguir otimista com o sucesso do evento mesmo com a mudança no calendário. “Estávamos ansiosos para receber centenas de jovens alpinistas de todo o mundo em agosto deste ano, e certamente o faremos dessa mesma forma no próximo ano”, declarou. “Uma decisão difícil foi tomada, e eu tenho certeza que todos entendem que era a certa”.

Além do adiamento do Mundial Júnior deste ano, a IFSC também anunciou que os Estados Unidos sediarão o torneio em 2022. O país já havia indicado o interesse em receber o evento em 2021 e aceitou receber os atletas no ano seguinte ao planejado.

"Estamos honrados em receber os melhores atletas do mundo em 2022 e em ajudá-los a inspirar as gerações de alpinistas que ainda virão", afirmou o diretor da Federação Americana de Escalada (USA Climbing), Marc Norming.

Sobre a nova distribuição de datas e sedes do Mundial Júnior, o presidente da IFSC, Marcos Scolaris, declarou que “assegurar no calendário da IFSC duas edições consecutivas do Campeonato Mundial Júnior, quando estamos ainda no meio da crise mais difícil dos últimos tempos, é um grande sinal de esperança para nosso esporte”.

A crise do novo coronavírus já havia afetado outros eventos no calendário da escalada esportiva, com várias etapas da Copa do Mundo de 2020 sendo canceladas. 

Foto: Sytse van Slooten/IFSC

Nenhum comentário:

Postar um comentário