FIVB divulga mudanças no sistema de qualificação do vôlei de praia para Tóquio - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

FIVB divulga mudanças no sistema de qualificação do vôlei de praia para Tóquio

Compartilhe

A Federação Internacional de Voleibol (FIVB) anunciou, nesta quarta-feira (13), alterações no processo de classificação das duplas de vôlei de praia para a disputa dos Jogos Olímpicos do ano que vem. Os critérios serão mantidos, mas as datas das competições e do encerramento do ranking foram modificadas. 

Inicialmente, o ranking olímpico do dia 15 de junho de 2020 seria considerado para atribuir 15 das 24 vagas nos Jogos, tanto no masculino, quanto no feminino. Com o adiamento das Olimpíadas, porém, a nova data-limite para obter pontos é 13 de junho de 2021, com o ranking divulgado no dia seguinte sendo utilizado para atribuir as mesmas 15 vagas, em ambos os naipes. 

Além disso, as finais das Copas Continentais foram transferidas de junho deste ano para o mesmo mês do ano que vem, entre os dias 21 e 27. As duplas campeãs de cada uma das Copas Continentais, nos dois gêneros, conquistarão uma vaga em Tóquio. 

Segundo o presidente da FIVB, Ary Graça Filho, “essas mudanças representam uma abordagem equilibrada, justa e universal, que garantirá que os melhores atletas se classifiquem para os Jogos. Agora, os jogadores podem focar nos cuidados com sua saúde durante esse período”. 

Os demais critérios de qualificação se mantiveram os mesmos. As equipes devem disputar pelo menos 12 competições válidas para o ranking olímpico para se tornarem aptas a brigar por uma vaga. As duplas que já haviam se classificado via Campeonato Mundial de 2019 (Canadá, no feminino, e Rússia, no masculino) e Pré-Olímpico Mundial de 2020 (Letônia e Espanha, no feminino, e Letônia e Itália, no masculino), além das equipes japonesas, por representarem o país-sede, seguem garantidas. 

O Circuito Mundial de Vôlei de Praia está paralisado desde março devido à pandemia de COVID-19. Muitas etapas foram canceladas, como os quatro eventos da Major Series, ou adiadas. O próximo Campeonato Mundial da modalidade, que seria disputado em Roma no ano que vem, foi transferido para 2022, para evitar o choque de datas com as Olimpíadas. 

Foto: FIVB/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário