Ciclista brasileiro testa positivo e é desclassificado de Parapan de Lima - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Ciclista brasileiro testa positivo e é desclassificado de Parapan de Lima

Compartilhe

O Comitê Paralímpico Internacional (IPC) anunciou na última quinta-feira (30.04) a desclassificação do ciclista brasileiro Soelito Gohr, da classe C5, dos Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019 por violação das normas antidopagem.

O atleta apresentou um resultado positivo para uma substância proibida pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês). O exame de urina, realizado no dia 26 de agosto do ano passado, acusou a presença de metabólito de SARM LGD-4033, considerado um anabolizante.

Agora, o IPC deverá informar a desclassificação para a Associação Internacional de Ciclismo, que será o órgão responsável para determinar a pena ao ciclista. A decisão poderá excluir também qualquer medalha, ponto ou premiação obtida pelo atleta no período.

O IPC informou ainda que continua comprometido com as disputas iguais e livres de dopagens de quaisquer níveis. O Comitê, juntamente com as federações internacionais e os comitês paralímpicos nacionais (NPCs), estabeleceu o Código Antidoping do próprio IPC para prevenir o doping no esporte paralímpico. Estas normas estão em conformidade com os mesmos princípios da Wada.

Foto: Bruno de Lima/CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário