Campeonato Mundial de Esqui Alpino pode ser adiado para 2022 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Campeonato Mundial de Esqui Alpino pode ser adiado para 2022

Compartilhe

Previsto para fevereiro de 2021 em Cortina d'Ampezzo (ITA), o Campeonato Mundial de Esqui Alpino pode não acontecer na data programada. A Federação Italiana de Esportes de Inverno (FISI) vai pedir o adiamento da competição por um ano por conta das incertezas do novo coronavírus, disse o chefe do comitê olímpico do país em entrevista a TV estatal italiana RAI.

Caso o pedido seja aceito o Mundial será marcado para março de 2022, um mês após os Jogos Olímpicos de Inverno na China.

"Estamos trabalhando nisso há anos... mas amanhã o Flavio Roda (Presidente da FISI) levará à diretoria (Federação Internacional de Esqui) a solicitação de mudança do Campeonato Mundial de fevereiro de 2021 para março de 2022", disse Giovanni Malago, presidente do Comitê Olímpico Nacional Italiano, em entrevista no último domingo (24).

Nas redes sociais, o prefeito da estação de esqui de Cortina, Gianpietro Ghedina, disse que a decisão foi tomada para garantir a segurança dos atletas e de todos os envolvidos no evento.

"Os riscos seriam grandes se a epidemia reiniciasse no outono. A Cortina merece esse evento esportivo internacional e deseja sediá-lo nas melhores condições possíveis", comentou Ghedina.

Em março deste ano, Cortina iria sediar as finais da Copa do Mundo de Esqui Alpino, mas foram canceladas por conta do novo coronavírus.

A Itália foi um dos países mais afetados pelo COVID-19, com mais de 32.000 mortos e quase 230.000 casos.

Cortina d'Ampezzo, localizado nas Dolomitas, nos Alpes da Itália, também sediará os Jogos Olímpicos de Inverno de 2026 junto com Milão.

Foto: Divulgação/FIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário