Vencedor da Maratona de Londres em 2017, queniano é suspenso provisoriamente por doping - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Vencedor da Maratona de Londres em 2017, queniano é suspenso provisoriamente por doping

Compartilhe

O queniano Daniel Wanjiru, vencedor da Maratona de Londres de 2017, foi suspenso provisoriamente pela Unidade de Integridade do Atletismo (AIU). A AIU comunicou em seu site oficial na terça-feira que uma acusação havia sido emitida contra Wanjiru por "uso de uma substância/método proibido".

Sob as regras antidoping, o atleta de 27 anos não poderá participar de nenhuma competição até que uma audiência seja realizada. Wanjiru venceu a Maratona de Amsterdã 2016 e chegou em quinto na de Nova York 2018. Em Londres, o queniano venceu a edição de 2017 e terminou em 8º e  em 11º nas duas últimas provas na capital britânica.

No ano passado, os quenianos Asbel Kiprop, Cyrus Rutto e Abraham Kiptum foram suspensos por quatro anos, enquanto Vincent Kipsegechi Yator recebeu a mesma punição no início deste mês. Wilson Kipsang, ex-recordista mundial de maratona e medalhista de bronze nas Olimpíadas de 2012, foi suspenso provisoriamente em janeiro por falhas no paradeiro e adulteração de amostras.

A empresa de administração de Kipsang negou que o caso envolvesse o uso de doping e adulteração no teste de doping. Ao todo,  cerca de 60 atletas quenianos foram sancionados por violações das regras antidoping nos últimos cinco anos.

Foto: Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário