Organizadores do Australian Open avaliam cenários para realização do torneio em 2021 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

Organizadores do Australian Open avaliam cenários para realização do torneio em 2021

Compartilhe

O Australian Open, um dos quatro Grand Slams de tênis, já está preparando o planejamento para o evento de 2021, avaliando as perspectivas para o futuro e o desenvolvimento no combate à pandemia de coronavírus.

Segundo o diretor do Australian Open, Craig Tiley, o torneio está se programando para a volta do circuito mundial de tênis, após o hiato causado pela pandemia. "Nós adoraríamos isso, é um cenário que estudamos no momento", afirmou.

Mas também há panoramas mais pessimistas de acordo com Tiley, podendo fazer até com que o torneio possa não ser realizado.

"Outro cenário é realizar o campeonato sem público, como a Liga de Futebol Australiano (AFL) está planejando", apontou Tiley. "Outra opção seria reagendar o Australian Open para uma data diferente".

"O pior dos casos seria não realizar este Grand Slam. Então temos que nos preparar para todas essas possibilidades, além de construir um modelo financeiro para todos eles" declarou Tiley.

Além disso, Tiley comemorou o fato de ter conseguido realizar o Australian Open de 2020. "A boa notícia é que tivemos um evento neste ano, então temos algum dinheiro, mas isso seca rapidamente se não tivermos novas receitas". 

O diretor do Australian Open revelou que o torneio tinha uma apólice que dava segurança ao evento, mas que este título vai expirar em julho de 2020. 

"Depois de Wimbledon, éramos provavelmente uma das poucas organizações esportivas que contava com um seguro contra pandemia", admitiu Tiley. 

O Torneio de Wimbledon pagava um seguro de aproximadamente US$ 3 milhões, por causa do surto de SARS em 2002. Com isso, o campeonato deverá contar com reembolso de mais de US$ 200 milhões para amenizar as perdas causadas pelo cancelamento do evento devido o coronavírus.

Foto: Divulgação/ Australian Open

Nenhum comentário:

Postar um comentário