FIH decide não cancelar a Pro League e estende edição até junho de 2021 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

FIH decide não cancelar a Pro League e estende edição até junho de 2021

Compartilhe
A Federação Internacional de Hóquei (FIH) cogitou, mas optou por não cancelar a segunda edição da Pro League de Hóquei na Grama. A competição estava em andamento quando teve de ser interrompida por conta da pandemia do coronavírus. A entidade estendeu o prazo da temporada até junho de 2021, dando margem para que a situação global se tranquilize.

Inicialmente, o campeonato que reúne as melhores seleções de hóquei na grama do mundo tinha previsão para acontecer entre janeiro e junho de 2020, mas foi paralisado em março. Com cerca de um terço dos jogos realizados, a FIH disse que até poderia encerrar  o torneio caso a competição não progredisse até agosto.

Mas, em discussão com as 11 federações nacionais que compõem a Pro League, a federação decidiu manter o cronograma, dando "a melhor chance possível para que a edição da competição seja concluída, permitindo que a FIH e todas as federações nacionais cumpram acordos de transmissão e parceiros comerciais".

Como consequência da extensão do calendário da temporada de 2020, a terceira edição da Pro League também sofreu reajustes e passará a acontecer entre setembro de 2021 e junho de 2022, iniciando-se logo após a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio no próximo ano.

"Todos nós acreditamos que encontramos o caminho correto em relação à edição atual da FIH Hockey Pro League, dando-nos tempo adicional para disputar as partidas e aliviando a pressão sobre os atletas e o calendário para 2021", comentou o executivo-chefe da entidade, Thierry Weil.


Na primeira edição da Pro League, realizada em 2019, Países Baixos foi campeão no feminino ao bater a Austrália na decisão, enquanto no masculino a Austrália derrotou a Bélgica na final para conquistar o título. Na atual temporada, a Argentina liderava entre as mulheres, e a Bélgica era a primeira colocada entre os homens. 

Foto: Divulgação/FIH

Nenhum comentário:

Postar um comentário