Federação Internacional de Badminton suspende todos os torneios até o final de julho - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Federação Internacional de Badminton suspende todos os torneios até o final de julho

Compartilhe

A Federação Internacional de Badminton (BWF) anunciou na última segunda-feira, 06, a suspensão de todos os seus eventos programados para ocorrer entre maio e julho deste ano. A medida foi tomada em virtude da pandemia de Covid-19, após consulta com as Associações dos Membros Anfitriões e com as confederações continentais.

No total, 14 eventos estavam agendados para o período, contando três etapas do circuito mundial, além de competições júnior e de parabadminton. O principal torneio do circuito seria o Indonésia Open, que faz parte da Série Super 1.000 e ocorreria entre 16 e 21 de junho.

"A escalada da pandemia do Covid-19 em todo o mundo levou todas as partes a confirmar a suspensão desses torneios. A saúde, segurança e bem-estar de todos os atletas, sua comitiva, oficiais e a maior comunidade de badminton continua sendo a principal prioridade", declara a entidade em nota.

Vale lembrar que o calendário já estava suspenso até o final de abril. Até por isso, desde meados de março, a BWF havia congelado seus rankings mundiais por tempo indeterminado. Na declaração desta segunda, a entidade anunciou que fornecerá detalhes sobre o descongelamento num futuro próximo.

Os sistemas de qualificação olímpica e paralímpica de Tóquio-2020, agora adiados para 2021, estão passando por um processo de modificação e as novas datas do reagendamento serão anunciadas em breve. Ygor Coelho e Fabiana Silva seriam os únicos brasileiros classificados aos Jogos se o ranking já estivesse fechado.

Além de tudo isso, a próxima edição da Thomas e Uber Cup, prevista para acontecer entre 15 e 23 de agosto deste ano, também corre o risco de ser adiada. Isto porque a sede da tradicional competição será a Dinamarca, e o governo dinamarquês estendeu as medidas de isolamento social até o final de agosto. Assim, a BWF conversará nas próximas semanas com autoridades locais e organizadores para encontrar saídas para o empecilho.

Foto: Divulgação/BWF

Nenhum comentário:

Postar um comentário