João Victor Oliva conquista 2º índice olímpico e Pedro Tavares de Almeida, o 1º, em prova de Adestramento no Hipismo em Portugal - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

João Victor Oliva conquista 2º índice olímpico e Pedro Tavares de Almeida, o 1º, em prova de Adestramento no Hipismo em Portugal

Compartilhe

No último dia 29/2, os brasileiros João Victor Oliva com F-Aron de Massa e Pedro Tavares de Almeida montando Xaparro do Vouga garantiram índice olímpico no Concurso de Adestramento Internacional CDI3* Cascais no Centro Hípico da Costa do Estoril, em Portugal.

João Victor e F-Aron da Massa registraram a média final de 68,217% de aproveitamento e 69,565% na avaliação do juiz 5* dinamarquês Leif Tornblad fechando em 10º lugar. Conforme critério da Federação Equestre Internacional, o índice de qualificação olímpica é de no mínimo 66% na média final e ainda necessariamente a mesma média mínima junto a um juiz 5* em dois concursos distintos.

Com esse resultado, João Victor com F-Aron de Massa foi o primeiro conjunto brasileiro a garantir o 2º índice e a qualificação olímpica. A dupla registrou o primeiro índice no CDI3* de Le Mans, na França, em outubro de 2019. Pedro e Xaparro do Vouga registraram 66% de média final e 66,848% junto ao juiz 5* Tornblad, garantindo assim seu 1º índice olímpico e a 16ª colocação. A vitória foi do francês Arnaud Serre com Vistoso, 71,739, pela França. 

O Brasil tinha direito a vaga por equipes no Adestramento composta por três atletas, conquistada nos Jogos Pan-Americanos de 2019, mas como não conseguiu a tempo os indices com os três, perdendo essa vaga e ficando apenas com uma vaga individual em Toquio 2020.

Foto; Rui Pedro Godinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário