Doze fabricantes participam da escolha de equipamentos da classe offshore da vela em Paris 2024 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Doze fabricantes participam da escolha de equipamentos da classe offshore da vela em Paris 2024

Compartilhe

Doze fabricantes e designers se envolveram com a Federação Internacional de Vela (World Sailing) no processo de escolha de equipamentos para o novo evento de vela offshore, que será lançado nos Jogos Olímpicos Paris 2024 no lugar da classe finn. As informações solicitadas foram emitidas pela Federação ainda em dezembro de 2019

O novo evento para duas pessoas, de gênero misto, fará os barcos competirem em um percurso de longa distância por três ou quatro dias. A World Sailing afirmou que será o "mais longo e mais difícil de todos os eventos esportivos olímpicos", com o primeiro barco da linha declarado vencedor.

Dehler 30 OD, Django 8s, FarEast 28 R, Figaro 3, J88 e J99 estão entre os fabricantes que entraram no processo. Juntam-se J105, JPK1030, L30, Sunfast 3300, TEN2 e Vector6.5. Todos os doze forneceram informações, incluindo capacidade de produção, adequação para velejar com duas mãos e tamanhos de frota existentes.

Um grupo de trabalho para equipamentos offshore em 2024 foi incumbido de considerar os critérios e avaliar a adequação do equipamento proposto. Os detalhes para o equipamento serão publicados até 31 de dezembro deste ano, com o equipamento selecionado a ser escolhido até o final de 2023. A expectativa é que as respostas ao pedido de informações permitam aos marinheiros começar a treinar e competir com o equipamento que está prontamente disponível em seus países.

As disputas da vela em Paris 2024 ocorrerão em Marselha a 775km da capital francesa, com uma rota exata para o evento de quilha ainda não decidida. A disciplina juntará kitesurf, windsurf, multicascos, botes e skiffs de uma e duas mãos nos Jogos na cidade luz. A introdução de um evento misto é parte dos esforços para garantir a igualdade de gênero. Os eventos de qualificação serão realizados em todos os continentes e 20 países no máximo estarão na linha de partida em Marselha. 

Foto: World Sailling

Nenhum comentário:

Postar um comentário